Antônio Palocci e o pêndulo do Partido dos Trabalhadores: entre a política e o mercado

Luis Guilherme Camfield Barbosa, Reginaldo Teixeira Perez

Resumo


O principal propósito deste artigo é examinar como o Partido dos Trabalhadores manejou, retoricamente, com o mercado em 2002/2003, momento crucial de sua história, quando foi vencedor, pela primeira vez, de uma eleição presidencial no Brasil. Nos anos de sua trajetória política, o partido cresceu, profissionalizou-se e logrou vencer eleições nos diversos níveis da federação – municipal, estadual e, por fim, federal. Pondo-se em relevo a hipótese de que, no decorrer de 2002 e início de 2003, o partido equilibrou capital eleitoral e moderação política, pretende-se testá-la examinando-se a Carta ao Povo Brasileiro e o Discurso de Posse do ex-ministro da Fazenda Antônio Palocci.


Palavras-chave


Mercado; Política; Partido dos Trabalhadores; Governo Lula

Texto completo:

PDF/A

Referências


ALVES, Maria Helena Moreira. Estado e oposição no Brasil (1964-1984). 3. ed. Petrópolis: Vozes, 1985.

AMARAL, Oswaldo E. A estrela não é mais vermelha: as mudanças do programa petista nos anos 90. São Paulo: Editora Garçoni, 2003.

BARBOSA, Luis Guilherme Camfield. Antônio Palocci e a retórica da ruptura: o mercado na linguagem do Partido dos Trabalhadores. Dissertação (Mestrado). Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2015.

BIELSCHOWSKY, Ricardo. Pensamento econômico brasileiro: o ciclo ideológico do Desenvolvimentismo. Rio de Janeiro: IPEA/INPES, 1988.

COUTO, Cláudio Gonçalvez. O desafio de ser governo: o PT na prefeitura de São Paulo. São Paulo: Paz e Terra, 1995.

DOWNS, Anthony. Teoría económica de la democracia. Trad. Luís Adolfo Martin Merino. Madrid: Aguillar Ediciones, 1973.

DUVERGER, Maurice. Os partidos políticos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1970.

HAYEK, Friedrich Auguste. O caminho da servidão. Rio de Janeiro: Instituto Liberal, 1984.

KECK, Margaret. A lógica da diferença: o Partido dos Trabalhadores na construção da democracia brasileira. São Paulo: Ática, 1991.

LAMOUNIER, Bolívar. Apontamentos sobre a questão democrática. In: ROUQUIÉ, Alain; LAMOUNIER, Bolívar; SCHVARZER, Jorge (Orgs.). Como renascem as democracias. São Paulo: Brasiliense, 1985. p. 104-140.

LAMOUNIER, Bolívar e MENEGUELLO, Rachel. Partidos políticos e consolidação democrática: o caso brasileiro. São Paulo: Brasiliense, 1986.

LOUREIRO, Maria Rita. Os economistas no governo: gestão econômica e democracia. Rio de Janeiro: Editora FGV, 1997.

LULA DA SILVA, Luís Inácio. Carta ao Povo Brasileiro. 2002. Disponível em: http://www.fpabramo.org. Acesso em: 1º mar. 2015.

MENEGUELLO, Rachel. PT. A formação de um partido (1979-1982). São Paulo: Paz e Terra, 1989.

MICHELS, Robert. Sociologia dos partidos políticos. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1982.

PALOCCI FILHO, Antônio. Transcrição do discurso de posse. 2 jan. 2003. Disponível em: http://www.fazenda.gov.br. Acesso em: 15 jun. 2015.

PALOCCI FILHO, Antônio. Sobre formigas e cigarras. Rio de Janeiro: Objetiva, 2007.

PANEBIANCO, Angelo. Modelos de partido: organización y poder en los partidos políticos. Madri: Alianza Editorial, 1990.

RIBEIRO, Pedro Floriano. Dos sindicatos ao governo: a organização nacional do PT de 1980 a 2005. São Carlos: Edufscar, 2010.

SCHUMPETER, J. Alois. Capitalismo, socialismo e democracia. Trad. Japy Freire. Rio de Janeiro: Ed. Fundo de Cultura, 1961. Parte IV (Capítulos 20, 21, 22 e 23).

SIMONSEN, Roberto; GUDIN, Eugênio. A controvérsia do planejamento na economia brasileira. 3. ed. Brasília: IPEA, 2010.

SKIDMORE, Thomas. Brasil: de Castelo a Tancredo (1964-1985). 4. ed. Trad. Mário Salviano Silva. São Paulo: Ed. Paz e Terra, 1988.

SOUZA, Maria do Carmo Campello de. Estado e partidos políticos no Brasil (1930 a 1964). São Paulo: Alfa-Ômega, 1976.




DOI: https://doi.org/10.5007/1806-5023.2019v16n2p8

Direitos autorais 2019 Em tese

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

R. Em Tese, revista do PPGSP da UFSC, Brasil, ISSNe 1806-5023

Licença Creative Commons
Revista licenciado pela Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.