Revendo mapeamentos do pensamento brasileiro

Marco Antonio Perruso

Resumo


O presente artigo trata de alguns mapeamentos fundamentais do pensamento político e social brasileiro, tema e esforçoclassificatório ainda rarefeito nas ciências sociais nacionais. A partir desta revisãoe do registro de passagens fundamentais de obras clássicas do nosso pensamento, formula-se uma hipótese de mapeamento do pensamento brasileiro, referido aos principais lugares sociais de ancoragem da produção intelectual nacional: o mercado (lugar do exercício do espírito do capitalismo); o Estado-Nação (lugar do exercício do poder político-burocrático, modalidade de ação instrumental diferente da anterior); a universidade (e outras instituições assemelhadas), domínio do capital cultural/intelectual, distinto dos capitais econômico e político; e as classes e movimentos sociais de extração popular, que por sua vez remetem à participação política dos setores subalternizados de nossa sociedade, cuja história é intrinsecamente marcada pela desigualdade. Assim, este artigo encontra-se na interface entre os estudos em pensamento político e social e a sociologia dos intelectuais.


Palavras-chave


pensamento político e social brasileiro, intelectuais, classes populares

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2017 Em Tese

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Em Tese, revista editada por discentes do PPGSP da UFSC, Brasil, ISSNe 1806-5023

Licença Creative Commons
Revista licenciado pela Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.