O golpe de 2016, a resistência à democracia e os papéis da esquerda no Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1806-5023.2021.e70890

Palavras-chave:

Golpe de 2016, resistência à democracia, PT, Esquerda

Biografia do Autor

Marcos Abraão Fernandes Ribeiro, INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FLUMINENSE - IFF

Jornalista, sociólogo, Mestre e Doutor em Sociologia Política pela Uenf, desenvolve pesquisas sobre pensamento social brasileiro, com ênfase no pensamento de Florestan Feranandes e Fernando Henrique Cardoso. Tem artigos publicados em revistas acadêmicas indexadas pelo Qualis Capes, bem como diversos trabalhos apresentados em congressos nacionais e internacionais. Foi professor substituto da Uenf e da UFF. Hoje atua como professor de Sociologia efetivo do IFFluminense, campus Campos Centro.

Referências

CARDOSO, Fernando Henrique. Autoritarismo e democratização. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1975.

DOMINGUES, José Maurício. Esquerda: crise e futuro. Rio de Janeiro: Maud X, 2017.

FAORO, Raymundo. Os donos do poder: formação do patronato político brasileiro. 4ª ed. Porto Alegre/São Paulo: Globo, 2008.

FERNANDES, Florestan. A Revolução burguesa no Brasil. 5ª ed. São Paulo: Globo: 2006.

MIGUEL, Luis Felipe. O colapso da democracia no Brasil. Da Constituição ao golpe de 2016. São Paulo: Fundação Rosa Luxemburgo/Expressão Popular, 2019.

SANTOS, Wanderley Guilherme. A democracia impedida: o Brasil no século XXI. Rio de Janeiro: FGV, 2017.

SCHWARCZ, Lilia Moritz. Sobre o Autoritarismo Brasileiro. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

SCHWARTZMAN, Simon. Bases do Autoritarismo Brasileiro. 2ª ed. Rio de Janeiro: Campus, 1988.

SOUZA, Jessé. A radiografia do golpe. Entenda como e por que você foi enganado. São Paulo: LeYa, 2016.

SOUZA, Jessé. A Elite do atraso: da escravidão à Lava Jato. São Paulo: Leya, 2017.

Downloads

Publicado

2021-02-10

Edição

Seção

Resenhas