Contribuições da extensão universitária na implantação do plano de gerenciamento de resíduos

Sonia Maria Isabel Lopes Ferreira, Noélia Silva Oliveira, Érika Mascarenhas Andrade Santos

Resumo


O gerenciamento de resíduos sólidos de serviços de saúde, quando feito inadequadamente, oferece risco potencial ao ser humano e ao meio ambiente. As instituições que geram esses resíduos devem, por meio das características, do volume e tipo do lixo produzido, elaborar um Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviço de Saúde (PGRSS), que é um regulamento técnico elaborado pela ANVISA e aplicado a todos os geradores de resíduos de serviço de saúde, com a finalidade de estabelecer, em cada etapa do sistema, procedimentos detalhados de ações para um manejo seguro. O presente artigo trata de um relato de experiência que tem o objetivo de apresentar as contribuições dos Projetos de Extensão: Prevenção e Controle de Infecção Relacionada à Assistência à Saúde e Educação Continuada, da Universidade Estadual de Santa Cruz  (UESC), em Ilhéus/BA, na elaboração e implantação do PGRSS de um hospital do município de Itabuna/BA, no período de 2008 a 2009. A metodologia de ação dessa atividade de extensão foi fundamentada nas normas federais vigentes, como a ANVISA RDC 306/2004 e o CONAMA 358/2005, além de rigorosa busca em base de dados, leitura e discussão entre os participantes sobre o assunto. Apesar das conquistas alcançadas com a elaboração do PGRSS, o hospital pesquisado encontra inúmeras dificuldades para avançar na implementação do plano, necessitando de melhoria nas instalações físicas, aquisição de materiais e equipamentos, amplo envolvimento técnico, administrativo e político. A participação de docentes e acadêmicos permitiu à universidade socializar e democratizar conhecimentos, além de preparar profissionais capazes de atender às reais necessidades da população.


Palavras-chave


Gerenciamento de resíduos de serviços de saúde; Plano de gerenciamento de resíduos de serviços de saúde; Meio ambiente

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1807-0221.2011v8n12p1



Extensio: R. Eletr. de Extensão, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1807-0221.