Experiência com blogs: perspectivas de socialização de histórias de vidas de mulheres afrodescendentes e crianças DOI:10.5007/1807-0221.2011v8n12p76

Mônica Dias Vieira, Thaís Regina de Carvalho, Priscila Cristina Freitas, Neli Góes Ribeiro

Resumo


Este artigo se refere a um projeto de extensão que vem sendo desenvolvido desde o ano de 2007 pelo Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (NEAB) da Universidade do Estado de Santa Catarina. A fim de ampliar seu público alvo, o referido projeto passou, no ano de 2010, por algumas alterações na metodologia e no título, passando a se chamar: Para Contar (Escrever) Outras Histórias. A partir dessa nova etapa, o projeto constituiu-se de duas ações: oficinas de elaboração de blogs com crianças de 10 a 12 anos e entrevistas com mulheres afrodescendentes da Associação de Mulheres Negras Antonieta de Barros (AMAB). As propostas aspiraram resgatar as histórias de vida, assim como valorizar aspectos da cultura afro-brasileira e da africana. O resultado obtido na ação realizada na Associação foi o registro de histórias de vida de mulheres afro-brasileiras que fazem parte de um grupo que traduz liderança, em suas comunidades, no campo religioso, também são ícones do carnaval. Já com as crianças proporcionamos o maior contato com a inclusão digital, através da construção de blogs, nos quais elas puderam relatar suas histórias, vivências e, assim, foram se identificando como sujeitos da sua própria história. Essa experiência nos permitiu destacar o uso de tecnologias como mediadoras do papel que nós, educadoras, temos: disponibilizar trabalhos diversificados e interdisciplinares em nossa prática.


Palavras-chave


Mulheres afro-descendentes. Crianças. Cultura Afro-brasileira. Tecnologias.

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1807-0221.2011v8n12p76



Extensio: R. Eletr. de Extensão, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1807-0221.