Mapeamento participativo e sua importância na identidade territorial de Barro Vermelho, Santo Amaro - Bahia

Autores

  • Niédja dos Santos Araújo Instituto de Geociências/UFBA Graduanda em Geografia, Bolsista do Programa Permanecer Laboratório de Cartografia - Lacar do Dep. de Geografia Grupo de Pesquisa: Cartografia Aplicada a Estudos Ambientais e de Ensino
  • Dária Maria Cardoso Nascimento Instituto de Geociências/UFBA Geógrafa, Profa. Dra. – Dep. de Geografia Programa de Pós-Graduação em Geografia Grupo de Pesquisa: Cartografia Aplicada a Estudos Ambientais e de Ensino

DOI:

https://doi.org/10.5007/1807-0221.2012v9n13p51

Palavras-chave:

Barro Vermelho, Mapeamento participativo, Identidade territorial

Resumo

 

Este artigo discorre sobre a identidade territorial do povoado de Barro Vermelho, localizado no distrito de Oliveira dos Campinhos, município de Santo Amaro-Bahia, a partir da compreensão espacial da comunidade por seus moradores, e dos recursos da cartografia participativa e digital. A vegetação de Barro Vermelho compõe-se de Mata Atlântica secundária, intercalada com policultura e cultura de mandioca. A população – referente aos setores censitários onde o povoado se encontra inserido – totaliza 843 habitantes, predominando a faixa etária de adultos, com 43% (25 a 59 anos), seguida da população infantil, com 28,1% (0 a 14 anos), jovens com 21,4% (15 a 24 anos) e apenas 7,5% de idosos (60 anos e mais). Com a utilização da imagem de satélite Spot 5 de 2006 e trabalhos de campo, elaborou-se o mapeamento de Barro Vermelho contendo 71 edificações residenciais – destas, 29 identificadas com toponímias pelos moradores –participantes – seguidas da igreja, escola, casa de farinha comunitária e campo de futebol, e ainda  duas áreas de solo exposto. Imprimiram-se exemplares do mapa entregando-se os mesmos aos representantes do povoado, como instrumento de informação, cadastro de documentos para uso civil, eleitoral e de reivindicação comunitária.

Biografia do Autor

Niédja dos Santos Araújo, Instituto de Geociências/UFBA Graduanda em Geografia, Bolsista do Programa Permanecer Laboratório de Cartografia - Lacar do Dep. de Geografia Grupo de Pesquisa: Cartografia Aplicada a Estudos Ambientais e de Ensino

Graduanda em Geografia pela Universidade Federal da Bahia. Participa do Grupo de Pesquisa Cartografia Aplicada a Estudos Ambientais e de Ensino, atualmente é bolsista do Progama Permanecer/UFBA e tem interesse na área de Geociências, geotecnologias e estudos socioambientais.

Dária Maria Cardoso Nascimento, Instituto de Geociências/UFBA Geógrafa, Profa. Dra. – Dep. de Geografia Programa de Pós-Graduação em Geografia Grupo de Pesquisa: Cartografia Aplicada a Estudos Ambientais e de Ensino

Departamento de Geografia da Universidade Federal da Bahia - UFBA

Downloads

Publicado

2012-11-21