Assédio moral no trabalho: práticas extensionistas de prevenção e intervenção

Autores

  • Thiago Soares Nunes Universidade Federal de Santa Catarina
  • Joana Soares Cugnier Universidade Federal de Santa Catarina
  • Suzana da Rosa Tolfo Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/1807-0221.2014v11n18p4

Palavras-chave:

Assédio moral, Prevenção, Intervenção, Extensão,

Resumo

 

As políticas organizacionais de prevenção ao assédio moral são quase incipientes e raras e, muitas vezes, ficam apenas na prescrição legal devido à falta de conhecimento e/ou desinteresse em sua aplicação. Diante desta perspectiva, com objetivo de promover ações preventivas e de combate ao assédio moral junto às instituições, empresários, trabalhadores e membros da sociedade civil, de modo a promover a saúde do trabalhador, este trabalho é um relato de experiência que visa apresentar e descrever as ações de um projeto de extensão desenvolvido no Programa de Extensão Universitário (ProExt) entre 2011 e 2012. As ações mais representativas foram a realização do II Seminário Catarinense de Prevenção ao Assédio Moral no Trabalho; a construção de uma cartilha informativa e de um site sobre assédio moral com o objetivo de divulgar informações sobre o fenômeno; e o atendimento em grupo a assediados moralmente. Por fim, compreende-se que a divulgação das ações e os resultados alcançados pelo Projeto são importantes tanto cientificamente quanto socialmente, pois a informação é um instrumento para prevenir e combater a violência, bem como o conhecimento dessas medidas pode auxiliar na aplicação das mesmas em outros contextos.

Biografia do Autor

Thiago Soares Nunes, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutorando em Administração pelo Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Mestrado em Administração pela UFSC. Especialização em Gestão de Pessoas pela UFSC. Graduação em Administração pela UFSC. Pesquisador do Núcleo de Estudos do Trabalho e Constituição do Sujeito (NETCOS/UFSC).

Joana Soares Cugnier, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutoranda em Psicologia pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Mestre em Psicologia pela UFSC. Especialização em Gestão de Pessoas pela UFSC. Graduada em Psicologia pela UFSC. Pesquisadora do Núcleo de Estudos do Trabalho e Constituição do Sujeito (NETCOS/UFSC).

Suzana da Rosa Tolfo, Universidade Federal de Santa Catarina

Professora do Programa de Graduação e Pós-Graduação em Psicologia e do Programa de Pós-Graduação em Administração da UFSC. Doutora em Administração pela Universidade Federal de Rio Grande do Sul (UFRGS). Mestre em Administração pela UFSC. Graduação em Psicologia pela UFSC. Vice Coordenadora do Núcleo de Estudos do Trabalho e Constituição do Sujeito (NETCOS/UFSC).

Downloads

Publicado

2014-11-26