Educação Nutricional Para Pré-Escolares: Uma Ferramenta De Intervenção

Mônica Cristina Lopes do Carmo, Luiza Carla Vidigal Castro

Resumo


 

A faixa etária pré-escolar caracteriza-se por um período de alta vulnerabilidade e susceptibilidade à má nutrição. Nesta fase, as carências nutricionais levam a um crescimento deficiente, aumento do risco de infecções, alterações no processo de maturação do sistema nervoso, no desenvolvimento mental e intelectual, provocando desequilíbrios funcionais. Objetivos: Traçar o perfil nutricional de pré-escolares em nove Núcleos Comunitários do município de Viçosa-MG, promovendo neste período, através de educação nutricional, a melhoria do estado nutricional. Metodologia: Na avaliação antropométrica aferiu-se o peso e a estatura para posterior análise dos índices (P/I), (P/E) e (E/I). Resultados: Avaliaram-se 155 pré-escolares antes da intervenção apresentando os seguintes resultados: 91,61% (n=142) apresentaram estado nutricional de eutrofia, 7,09% (n=11) crianças encontravam-se com sobrepeso, 1,29% (n=2) das crianças apresentavam-se com baixo peso. Após a intervenção foi avaliado o estado nutricional de 95 crianças, com o seguinte diagnóstico: 94% (n=89) crianças eutróficas, 1% (n=1) criança com baixo peso e 5% (n=5) crianças com sobrepeso. Conclusões: A participação da comunidade escolar e a adequada formação de agentes envolvidos nos procedimentos de Segurança Alimentar para as Unidades de Alimentação e Nutrição Escolar são indispensáveis para a prática promotora de saúde de crianças institucionalizadas que recebem a Merenda Escolar.


Palavras-chave


Educação Nutricional; Perfil Nutricional; Crianças em idade pré-escolar

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/1807-0221.2014v11n18p63



Extensio: R. Eletr. de Extensão, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1807-0221.