Vivências em promoção da saúde: articulando saberes com estudantes de escolas públicas

Priscila Milano Corrêa, Stela Henkes, Renan Lanau, Camila Marins Dutra, Cristina Dutra Ribeiro, Ozeia Simões Franco, Maitê Peres de Carvalho, Maria Cristina Flores Soares

Resumo


 

A escola constitui-se em uma instituição com princípios educacionais que deve contribuir na formação dos sujeitos, bem como na construção de valores pessoais significativos à conduta humana, sendo também um espaço para a vivência em saúde. Neste estudo apresentamos um relato de experiência que aborda as atividades do “Programa Vivências em Promoção da Saúde na Escola” com estudantes de séries iniciais do ensino fundamental de duas escolas públicas do município do Rio Grande/RS no que se referem a questões da promoção da cidadania e cultura da paz. Os resultados demonstram que a interação dos estudantes com a atividade e com os colegas é imprescindível e necessária ao fazer pedagógico e à promoção em saúde.


Palavras-chave


Promoção da Saúde; Estudantes; Cultura; Ensino; Direitos Humanos

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1807-0221.2015v12n19p14



Extensio: R. Eletr. de Extensão, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1807-0221.