Boaventura de Sousa Santos e suas contribuições para a extensão universitária no século XXI

Autores

  • Alfredo Almeida Pina-Oliveira Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (EEUSP-SP)
  • Anna Maria Chiesa Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (EEUSP-SP)

DOI:

https://doi.org/10.5007/1807-0221.2016v13n23p3

Palavras-chave:

Extensão Universitária, Relações Comunidade-Instituição, Difusão de Inovações, Conhecimento e Ensino Superior

Resumo

As transformações da sociedade demandam oportunidades para que as Instituições de Ensino Superior possam reconhecer suas formas de produção do conhecimento e sua aplicação. A extensão universitária possibilita maior interface entre a Academia, o Mercado e a Sociedade. Elegeu-se a teoria crítica de Boaventura de Sousa Santos com o objetivo de discutir a extensão universitária na perspectiva do “conhecimento pluriversitário”, que se apresenta de forma contínua, complementar e contraditória ao conhecimento universitário. Conclui-se que este autor evidencia elementos importantes para subsidiar a práxis pedagógica inovadora e reforçar as potencialidades das ações extensionistas no enfrentamento dos desafios da reforma do ensino superior no século XXI.

Biografia do Autor

Alfredo Almeida Pina-Oliveira, Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (EEUSP-SP)

Enfermeiro. Professor Doutor do Departamento de Orientação Profissional (ENO).

Anna Maria Chiesa, Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (EEUSP-SP)

Enfermeira. Livre Docente e Professora Associada do Departamento de Enfermagem em Saúde Coletiva (ENS).

Downloads

Publicado

2016-09-30