Educando para o diagnóstico precoce da hanseníase no município de Rondonópolis - Mato Grosso

Débora Aparecida da Silva Santos, Liliam Carla Vieira Gimenes Silva, Laura Bordognon Spessatto, Luan Sudário Melo, Lourenço Ribeiro da Cruz Neto

Resumo


Rondonópolis-MT vem apresentando altos índices de casos de hanseníase, levando a necessidade de ações educativas preventivas. O projeto de extensão “Hanseníase: diagnóstico precoce é a solução” é realizado com parceria da Secretaria de Saúde há 4 anos com o Curso de Enfermagem UFMT/ICEN/CUR. Objetivou realizar atividades de orientação sobre prevenção da hanseníase nas áreas das unidades de saúde, educação em serviço, palestras em escolas e participação em mutirões, entre março de 2014 a março de 2015. O público-alvo foram 1764 moradores, além dos alunos e profissionais das escolas e equipes de saúde. Foram encaminhados 22 casos suspeitos, sendo confirmados 11 novos, formação de profissionais e nas escolas. Nesta ação de cidadania, o projeto contribuiu significativamente com o diagnóstico precoce da hanseníase e com a saúde pública do município. Sugere-se que novos projetos sejam realizados para favorecer a qualidade da atenção básica, estimulando a participação da academia através da extensão universitária.


Palavras-chave


Educação em Saúde; Hanseníase; Diagnóstico Precoce; Enfermagem; Promoção em Saúde

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/1807-0221.2016v13n23p45



Extensio: R. Eletr. de Extensão, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1807-0221.