O impacto do projeto ações sociais e de saúde em gerontologia/Univates (RS) para idoso

Bibiana Bünecker Martinez, Anna Luiza Ely Thomé, Alessandra Cristina Kerkhoff, Alessandra Brod

Resumo


O século XXI vem sendo significativamente marcado pelo envelhecimento populacional. No Vale do Taquari o número de habitantes idosos já supera a média nacional, caracterizando 14% da população total, segundo o Censo de 2010. O Projeto Ações Sociais e de Saúde em Gerontologia, da Univates, trabalha com o público idoso desta região desde 2014. O objetivo deste trabalho foi avaliar o impacto social de tal projeto, junto aos participantes, no ano de 2016. Os idosos responderam sobre suas satisfações em relação ao retorno das avaliações de saúde realizadas, aos temas e informações prestadas durante as oficinas e em relação ao impacto do projeto na vida deles. A média das respostas apontam que os idosos consideraram as ações ótimas.

 


Palavras-chave


Envelhecimento; Extensão Universitária; Impacto Social; Idoso

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, L.F. et al. Evidências da contribuição dos programas de assistência ao idoso na promoção do envelhecimento saudável no Brasil. Rev Panam Salud Publica. 2011:30(1):80–6. Disponível em: . Acesso em: 07.11.2017.

BODSTEIN, A.; LIMA, V.V.A; BARROS, A.M.A. A vulnerabilidade do idoso em situações de desastres: necessidade de uma política de resiliência eficaz. Rev. Amb. e Soc. São Paulo, v. 17, n. 2, p. 157-174, abr.-jun. 2014. Disponível em: . Acesso em: 06.11.2017.

BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Indicadores Sociais Municipais: Uma Análise dos Resultados do Universo do Censo Demográfico 2010. 1. ed. Rio de Janeiro, RJ, 2011. Disponível em: . Acesso em: 06.11.2017.

BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Síntese de indicadores sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira. Rio de Janeiro, 2010. Disponível em: . Acesso em: 06.11.2017.

BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Sistema IBGE de Recuperação Automática - SIDRA. São Paulo, 2017. Disponível em: . Acesso em: 06.11.2017.

CORTELLETTI, Ivone A.; CASARA, Miriam B. Universidade da Terceira Idade – UNTI. Caxias do Sul, RS: Educs, 2007.

FREITAS, E.V., KOPILLER, D. Atividade Física no Idoso. In: FREITAS, E.V. et al. Tratado de Geriatria e Gerontologia. 2.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006.

GOMES, H. M. et al. Extensão Universitária: a arte de cuidar de idosos. Rev. Ciênc. Saúde Nova Esperança, v.12, n.1, p.22-33, 2014. Disponível em: . Acesso em: 06.11.2017.

HAYFLICK, L. Como e por que envelhecermos. 2. ed. Rio de Janeiro: Campus, 1996. 366p.

HOPKA, F.R. O Projeto de Extensão Unati como ferramenta de inclusão de pessoas da terceira idade do município de Rosana/SP. 2014. 55 f. Monografia (Especialização) - Curso de Pós Graduação em Gestão Pública, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Pato Branco, 2014. Disponível em: . Acesso em: 07.11.2017.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e estatística. Síntese de indicadores sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira. Rio de Janeiro, 2015. Disponível em: . Acesso em: 20.05.2017.

MARQUES, M. A. et al. Projeto de extensão universitária para idosos: inclusão digital e informática educativa. In: 8º CONGRESSO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DA UNESP, 2015, São Paulo. Artigos. São Paulo, 2015. Disponível em: . Acesso em: 08.11.2017.

SANTOS, P. M. dos et al. Atividades no lazer e qualidade de vida de idosos de um programa de extensão universitária em Florianópolis (SC). Rev Bras Ativ Fis Saúde v.19 n.4, p. 494-503, 2014. Disponível em: . Acesso em: 06.11.2017.

SOUZA, A.M. de, BARROS, M.J.A de, VIANA, H.B. Projeto de extensão universitária: possibilidades para a prática de atividades físicas e promoção da qualidade de vida em idosos. Rev. Dig. Buenos Aires, año 18, n. 183, 2013. Disponível em: . Acesso em: 08.11.2017.

ZIMERMAN, Guite I. VELHICE – Aspectos Biopsicossociais. Porto Alegre: ARTMED, 2000.




DOI: https://doi.org/10.5007/1807-0221.2017v14n27p34



Extensio: R. Eletr. de Extensão, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1807-0221.