Cursos de extensão em zoologia e suas implicações no ambiente acadêmico

Thiago Mateus Rocha dos Santos, Thales Henrique Dias Leandro, Marcelo Oscar Bordignon

Resumo


Animais são fascinantes para a grande maioria das pessoas, porém estudantes de biologia e biólogos que se interessam pela área de zoologia (estudo dos animais), precisam aprofundar esse fascínio em termos de conhecimento. Embora o mercado e as novas tendências biológicas clamem cada vez mais por profissionais com conhecimento nessa área, nem sempre é fácil ou acessível especializar-se em tal, provavelmente devido às complicações que a zoologia implica em sua metodologia, Buscando minimizar esse déficit, o Laboratório de Zoologia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) realiza anualmente cursos de caráter técnico nessa área, a fim de permitir que seus alunos e a comunidade tenham acesso às técnicas, tendências e metodologias para o estudo dos animais de modo geral, além de descobrir novas possibilidades profissionais. A primeira proposta ocorreu em 2009 e foi intitulada: “Curso Teórico Prático de Taxidermização Básica de Mamíferos”, e contou com 15 participantes. Em virtude da ampla aceitação da primeira proposta, foi realizado o segundo curso integrando mais conceitos da área, sendo intitulado: “Técnicas de Manejo de Coleções Zoológicas”, com 35 participantes e 15 colaboradores: seis ministrantes e nove monitores. Os bons indicadores dos projetos aqui relatados apontam bom aproveitamento pela comunidade acadêmica, além de subsidiar perspectivas futuras de novos cursos.


Palavras-chave


Animal; Coleções Zoológicas; Taxidermia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/1807-0221.2016v13n23p62



Extensio: R. Eletr. de Extensão, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1807-0221.