Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS): um relato de experiência extensionista

Autores

  • Alberto Sumiya Universidade Federal de Santa Catarina https://orcid.org/0000-0003-0757-2186
  • Bruna Juliana Américo Machado Universidade Federal de Santa Catarina
  • Aline Ruediger Baron Universidade Federal de Santa Catarina
  • Sarah Pietra Rosa Universidade Federal de Santa Catarina
  • Léa Beatriz Vogel Oravec Universidade Federal de Santa Catarina
  • Vanessa Mainara Marcos Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/1807-0221.2021.e77324

Palavras-chave:

Terapias Complementares, Auriculoterapia, Meditação, Extensão Universitária

Resumo

As Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) no Brasil contemplam sistemas médicos complexos e recursos terapêuticos, que buscam estimular os mecanismos naturais para a recuperação da saúde. O presente estudo teve como objetivo relatar a experiência de um projeto de extensão no atendimento de estudantes universitários utilizando PICS. Houve capacitação de oito estudantes que atuaram como terapeutas aplicando auriculoterapia e meditação. Foram atendidas 64 pessoas, com média de idade geral de 24,1±4,40 e queixa de ansiedade (78,12%), entre agosto e dezembro de 2019, com seis a 10 sessões. A maioria dos pacientes referiu redução das queixas. Conclui-se que as técnicas demonstraram potencial de promover saúde ao reduzir sintomas. As condições de infraestrutura de atendimento não foram adequadas necessitando-se negociação de espaço próprio.

Biografia do Autor

Alberto Sumiya, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutorado em Ciências da Motricidade pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Professor Adjunto da Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenadoria Especial de Biociências e Saúde Única (BSU).

Bruna Juliana Américo Machado, Universidade Federal de Santa Catarina

Estudante de graduação do curso Medicina Veterinária da Universidade Federal de Santa Catarina.

Aline Ruediger Baron, Universidade Federal de Santa Catarina

Estudante de graduação do curso Medicina Veterinária da Universidade Federal de Santa Catarina.

Sarah Pietra Rosa, Universidade Federal de Santa Catarina

Estudante de graduação do curso Medicina Veterinária da Universidade Federal de Santa Catarina.

Léa Beatriz Vogel Oravec, Universidade Federal de Santa Catarina

Estudante de graduação do curso Medicina Veterinária da Universidade Federal de Santa Catarina.

Vanessa Mainara Marcos, Universidade Federal de Santa Catarina

Estudante de graduação do curso Medicina Veterinária da Universidade Federal de Santa Catarina.

Referências

AMADO, Daniel Miele; ROCHA, Paulo Roberto Souza; UGARTE, Olivia Albuquerque; FERRAZ, Carla Conceição, LIMA, Mélquia da Cunha, CARVALHO, Fabio Fortunato Brasil de. Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no Sistema Único de Saúde 10 anos: avanços e perspectivas. Journal of Management & Primary Health Care, v. 8, n. 2, p. 290-308, 2017.

ARTIOLI, Dérrick Patrick; TAVARES, Alana Ludemila de Freitas, BERTOLINI, Gladson Ricardo Flor. Auriculoterapia: neurofisiologia, pontos de escolha, indicações e resultados em condições musculoesqueléticas: revisão sistemática de revisões. Brazilian Journal of Pain, v. 2, n. 4, p. 356-361, 2019.

AZEVEDO, Elaine de; PELICIONI, Maria Cecília Focesi. Práticas integrativas e complementares de desafios para a educação. Trabalho, Educação e Saúde, v. 9, n. 3, p. 361-378, 2011.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no SUS. 2ª Ed. Brasília: Ministério da Saúde. 2018a.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Manual de implantação de serviços de práticas integrativas e complementares no SUS. Brasília: Ministério da Saúde. 2018b.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria-Executiva. Secretaria de Atenção à Saúde. Glossário temático: práticas integrativas e complementares em saúde. Brasília: Ministério da Saúde. 2018c.

CASTILLO, Ana Regina G. L; et al. Transtornos de ansiedade. Revista Brasileira de Psiquiatria, v. 22, n. sII, p. 20-3, 2000.

CASTRO, Vinícius Rennó. Reflexões sobre a saúde mental do estudante universitário: estudo empírico com estudantes de uma instituição pública de ensino superior. Revista Gestão em Foco, n. 9, p. 380-401, 2017.

GOLDIN, Philippe R; GROSS, James J. Effects of mindfulness-based stress reduction (MBSR) on emotion regulation in social anxiety disorder. Emotion, v. 10, n. 1, p. 83-91, 2010.

HABIMORAD, Pedro Henrique Leonetti; CATARUCCI, Fernanda Martin; BRUNO Vânia Hercília Talarico; SILVA, Ivan Beteto da; FERNANDES, Violeta Campolina; DEMARZO, Marcelo Marcos Piva; SPAGNUOLO, Regina Stella; PATRICIO, Karina Pavão. Potencialidades e fragilidades de implantação da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares. Ciência & Saúde Coletiva, v. 25, n. 2, p. 395-405, 2020

MARTINS, Lara Barros; ZERBINI, Thaís Escala de estratégias de aprendizagem: evidências de validade em contexto universitário híbrido. PsicoUSF, v. 19, n. 2, p. 317-328, 2014.

MOSINI, Amanda Cristina; SAAD, Marcelo, BRAGHETTA, Camilla Casaletti; MEDEIROS, Roberta de; PERES, Mario Fernando Prieto; LEÃO, Frederico Camelo. Neurophysiological, cognitive-behavioral and neurochemical effects in practitioners of transcendental meditation: a literature review. Revista da Associação Médica Brasileira, v. 65, n. 5, p. 706-713, 2019.

NASCIMENTO, Marilene Cabral do; ROMANO, Valéria Ferreira; CHAZAN, Ana Claudia Santos; QUARESMA, Carla Holandino. Formação em práticas integrativas e complementares em saúde. Trabalho, Educação e Saúde, v. 16, n. 2, p. 751-772, 2018.

POLYDORO, Soely; GUERREIRO-CASANOVA, Daniela. Escala de autoeficácia na formação superior: construção e estudo de validade. Avaliação Psicológica, v. 9. n. 2, p. 267-278, 2010.

PRADO, Juliana Miyuki do; KUREBAYASHI, Leonice Fumiko Sato; SILVA, Maria Júlia Paes da. Eficácia da auriculoterapia para diminuição de estresse em estudantes de enfermagem: ensaio clínico randomizado. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 20, n. 4, p. 1-9, 2012.

RABISCHONG, Pierre; TERAAL, Claudie. Scientific basics of auriculotherapy: state of the art. Medical Acupuncture, v. 26, n. 2, p. 84-96, 2014.

SALLES, Léia Fortes; BEL HOMO, Rafael Fernandes; SILVA, Maria Júlia Paes da. The situation of the teaching of holistic and complementary practices in undergraduate courses in Nursing, Physiotherapy and Medicine. Cogitare Enfermagem, v. 19, n.4, p. 682-7, 2014.

TELESI JUNIOR, Emílio. Práticas integrativas e complementares em saúde, uma nova eficácia para o SUS. Estudos Avançados, v. 30, n. 86, p. 99-112, 2016.

TESSER, Charles Dalcanale; SOUZA, Islândia Maria Carvalho de. Atenção Primária, Atenção Psicossocial, Práticas Integrativas e Complementares e suas Afinidades Eletivas. Saúde e Sociedade, v. 21, n. 2, p. 336-350, 2012.

VIEIRA, Andreia; REIS, Ana Mafalda; MATOS Luís Carlos; MACHADO, Jorge; MOREIRA, António. Does auriculotherapy have therapeutic effectiveness? Na overview of systematic reviews. Complementary Therapies in Clinical Practice, v. 33, p. 61-70, 2018.

VIEIRA, Andreia; HINZMANn, Mariana; SILVA, Karine; SANTOS, Marias João; MACHADO, Jorge. Clinical effect of auricular acupuncture in anxiety levels of students prior to the exams: A randomized controlled trial. European Journal of Integrative Medicine, v. 20, p. 188-192, 2018b.

Downloads

Publicado

2021-04-28