Ações de promoção da saúde com a equipe do consultório na rua de Florianópolis

Autores

  • Cristine Moraes Roos Universidade Federal de Santa Catarina
  • Milena Amorim Zuchetto Universidade Federal de Santa Catarina
  • André Felipe Britto de Mesquita Universidade Federal de Santa Catarina
  • Maitê Mirian Will Universidade Federal de Santa Catarina
  • Kenny Silva Del Hoyo Universidade Federal de Santa Catarina
  • Soraia Dornelles Schoeller Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/1807-0221.2020v17n37p142

Palavras-chave:

Extensão universitária, Enfermagem, Consultório na rua, Promoção da saúde, Reabilitação psicossocial

Resumo

Objetiva-se promover ações de cuidado e saúde às pessoas em situação de rua através da parceria com a equipe do Consultório na Rua. As atividades são realizadas in loco, compartilhadas e integradas às Unidades Básicas de Saúde e com as equipes dos Centros de Atenção Psicossocial, serviços de Urgência e Emergência e outros serviços, de acordo com as necessidades do usuário. O processo de coleta de dados ocorreu em oito etapas, desde o princípio do projeto até os dias atuais. Este projeto de extensão tem sido desenvolvido entre março de 2018 até o presente momento. Consideramos fundamental ao aluno esta vivência, cujo interesse visa aprimorar o trabalho e a sua formação na graduação em enfermagem, tendo como perspectiva a qualificação da atenção e a inserção das necessidades dos sujeitos como fonte de produção de conhecimento e pesquisa nas instituições de ensino superior em consonância com o SUS.

Biografia do Autor

Cristine Moraes Roos, Universidade Federal de Santa Catarina

Professora Doutora, Docente do Departamento de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina. Pesquisadora do Laboratório de Ensino, Pesquisa, Extensão e Tecnologia em Enfermagem, Saúde e Reabilitação -ReHabilitar UFSC. Graduada em Enfermagem (Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul), Especialista em Saúde Mental Coletiva (Ministério da Saúde - BRASIL, Programa de Pós Graduação em Educação da UFRGS e Universitat Rovira i Virgili - ESPANHA), com Doutorado e Mestrado em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 

Milena Amorim Zuchetto, Universidade Federal de Santa Catarina

Enfermeira pela Universidade Federal de Santa Catarina. Pesquisadora do grupo de pesquisa Laboratório de Pesquisa, Ensino e Tecnologia em Saúde, Enfermagem e Reabilitação - (RE)HABILITAR. Especialista em Neurologia Clínica e Intensiva pelo Programa de Pós-graduação do Hospital Israelita Albert Einstein (São Paulo). Mestra em Enfermagem pelo Programa de Pós-graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente bolsista de Doutorado (CAPES) do Programa de Pós-graduação em Enfermagem da UFSC.

André Felipe Britto de Mesquita, Universidade Federal de Santa Catarina

Acadêmico do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina. Bolsista de Extensão do Programa de Excelência Acadêmica (PROEX), membro do Laboratório de ensino, pesquisa, extensão e tecnologia em enfermagem, saúde e reabilitação (Re)Habilitar da UFSC. Participa do projeto Ações de cuidado e promoção da saúde com a equipe do consultório na rua do município de Florianópolis - Santa Catarina.

Maitê Mirian Will, Universidade Federal de Santa Catarina

Acadêmica do curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Participou como Bolsista de Extensão do Programa de Excelência Acadêmica (PROEX) atuando no projeto Ações de cuidado e promoção da saúde com a equipe do consultório na rua do município de Florianópolis – Santa Catarina.

Kenny Silva Del Hoyo, Universidade Federal de Santa Catarina

Acadêmica do curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Membro do Laboratório de ensino, pesquisa, extensão e tecnologia em enfermagem, saúde e reabilitação (Re)Habilitar da UFSC. Participou como Bolsista de Extensão do Programa de Excelência Acadêmica (PROEX) atuando no projeto Ações de cuidado e promoção da saúde com a equipe do consultório na rua do município de Florianópolis – Santa Catarina.

Soraia Dornelles Schoeller, Universidade Federal de Santa Catarina

Professora da Universidade Federal de Santa Catarina. Membro da Associação Portuguesa de Enfermeiros de Reabilitação. Graduação em Enfermagem pela Universidade Federal de Santa Catarina, mestrado em Concentração Saúde Pública pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro  e doutorado em Filosofia da Saúde e Enfermagem pela Universidade Federal de Santa Catarina. Pós doutoramento  na Escola Superior de Enfermagem do Porto. Líder do Grupo de Pesquisa, Ensino e Extensão ReHabilitar, da Universidade Federal de Santa Catarina.

Referências

BRASIL, Ministério da Saúde do. Secretaria de Atenção à Saúde (org). Manual sobre o cuidado à saúde junto a população em situação de rua. Brasília: Departamento de Atenção Básica, 2012. 98 p. (Série A. Normas e Manuais Técnicos).

GOMES, Rosilaine dos Santos; SOUZA, Marcia Romovicz da Silva; LOPES, Mirian Cristina. Enfrentamento das expressões da questão social nos diferentes equipamentos/instituições onde o serviço social atua com a população em situação de rua. Caderno Humanidades em Perspectivas, Curitiba, v. 7, n. 3, p. 85-95, 2019. Disponível em: https://www.uninter.com/cadernosuninter/index.php/humanidades/article/view/937/1046. Acesso em: 07 nov. 2020.

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA (IPEA) (Brasil) (org.). População em situação de rua cresce e fica mais exposta à Covid-19: maioria vive em grandes cidades do sudeste, nordeste e sul. Maioria vive em grandes cidades do Sudeste, Nordeste e Sul. 2020. Disponível em: https://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=35811#:~:text=Popula%C3%A7%C3%A3o%20em%20situa%C3%A7%C3%A3o%20de%20rua,mais%20exposta%20%C3%A0%20Covid%2D19&text=A%20popula%C3%A7%C3%A3o%20em%20situa%C3%A7%C3%A3o%20de,pela%20pandemia%20da%20Covid%2D19. Acesso em: 07 nov. 2020.

MACHADO, Marcelo Pedra Martins; RABELLO, Elaine Teixeira. Competências para o trabalho nos Consultórios na Rua. Physis, Rio de Janeiro, v. 28, n. 4, p. 1-24, 2018. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312018000400610&lng=en&nrm=iso. acesso em 07 de novembro de 2020. Acesso em: 07 nov. 2020. https://doi.org/10.1590/s0103-73312018280413 .

MATOSO, Leonardo Magela Lopes et al. Redução de riscos e danos: Ações em saúde com pessoas em situação de rua no interior nordestino. Revista Contexto & Saúde, Ijuí, v. 19, n. 37, p. 183-188, 17 dez. 2019. Editora Unijui. Disponível em: https://www.revistas.unijui.edu.br/index.php/contextoesaude/article/view/8109. Acesso em: 21 jul. 2020. Acesso em: 07 nov. 2020. http://dx.doi.org/10.21527/2176-7114.2019.37.183-188.

PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO (Brasil). Universidade Federal de Santa Catarina (org.). Catálogo de extensão 2019. Florianópolis: PROEX/UFSC, 2019. 281 p. Disponível em: https://proex.paginas.ufsc.br/files/2019/10/Cat%C3%A1logo-de-Extens%C3%A3o-2019-WEB.pdf. Acesso em: 27 out. 2020.

SILVA, Jainatan Rocha; PRADO, Érika Rosângela Alves; RODRIGUES, Nayra Monisy dos Santos. Promoção e educação em saúde: O empoderamento das pessoas em situação de rua na perspectiva do cuidado à saúde. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v. 6, n. 3, p. 11608-11620, 2020. Disponível em: http://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/7540. Acesso em: 12 jun. 2020. http://dx.doi.org/10.34117/bjdv6n3-139.

WIJK, Lívia Bustamante van; MANGIA, Elisabete Ferreira. Atenção psicossocial e o cuidado em saúde à população em situação de rua: uma revisão integrativa. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 24, n. 9, p. 3357-3368, set. 2019. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232019000903357&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 07 nov. 2020. https://doi.org/10.1590/1413-81232018249.29872017.

ZANDOMINGO, Mayara Novais Pereira et al. Pobreza, fome e abandono: representações da equipe de enfermagem sobre pessoas em situação de rua. Rev. Bras. Enferm., Brasília, v. 73, n. 1, p. 1-8, 2020. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672020001300168&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 07 Nov.2020. https://doi.org/10.1590/0034-7167-2019-0338.

Publicado

2020-12-17