Dinâmica das vazões reguladas pelas usinas de Porto Primavera e Rosana, na região do Pontal do Paranapanema, no período 1999-2003

Autores

  • Mauricio Meurer U.LYON 2 - Bron - França
  • Débora Pinto Martins
  • Edvard Elias de Souza Filho

Palavras-chave:

Pontal do Paranapanema, Porto Primavera, Rosana, Vazões, Pontal do Paranapanema Region, Porto Primavera Dam, Rosana Dam, Fluvial discharges

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo analisar o comportamento das vazões dos rios Paraná e Paranapanema, na região do Pontal do Paranapanema, para o período posterior ao fechamento da Usina Hidrelétrica Engenheiro Sérgio Motta (Porto Primavera). Para tanto, foram utilizados os registros fluviométricos das usinas hidrelétricas de Porto Primavera e Rosana, além da série fluviométrica da estação Porto São José - CESP. A metodologia de trabalho consistiu na análise dos hidrogramas das vazões diárias, combinando os dados das duas usinas hidrelétricas e da estação fluviométrica em questão. Os resultados mostraram que as usinas têm interferido de forma considerável nas vazões do Pontal do Paranapanema. Na maior parte do tempo, a usina de Porto Primavera contribui com 83% da vazão mensurada a jusante, ao passo que a usina de Rosana contribui com 17%. Em alguns períodos singulares, a vazão de Rosana pode representar mais de 50% da vazão mensurada em Porto São José.

Biografia do Autor

Mauricio Meurer, U.LYON 2 - Bron - França

Graduação em Geografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1999) e Mestrado em Geografia pela Universidade Estadual de Maringá (2004). <p>Mais informações: <a href= "http://lattes.cnpq.br/4692042478572187" target="_blank">Currículo Lattes - CNPq.</a>

Downloads

Publicado

2005-01-01

Edição

Seção

Artigos