Reservatório Tabatinga: a percepção de moradores da área urbana da cidade de Macaíba - RN

Josiel Alencar Guedes, Viviane Souza do Amaral

Resumo


 

Cidades que cresceram às margens de rios ficam susceptíveis à processos periódicos de inundação. Como forma de minimizar ou acabar com esse problema, são construídos barramentos nos leitos dos rios retendo as águas e contribuindo para a regularização de vazões. Na cidade de Macaíba-RN as inundações eram constantes até antes da construção do reservatório de Tabatinga que foi construído com o objetivo principal de conter as enchentes periódicas, associadas ao rio Jundiaí. O objetivo da presente pesquisa foi avaliar a percepção dos moradores da área urbana da cidade de Macaíba em relação ao reservatório. Como recurso metodológico foi aplicado, entre os moradores, um questionário aprovado pelo conselho de ética da UFRN. Os resultados mostraram que a população associa o reservatório ao término das enchentes periódicas na zona urbana, e também o considera importante para a zona rural. Na fala dos entrevistados é possível perceber que eles sentem alívio em relação ao término das enchentes.


Palavras-chave


Percepção; Reservatórios; Cidade de Macaíba

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2177-5230.2017v32n63p139

Geosul, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. eISSN 2177-5230

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.