Dinâmica das exportações no estado de Minas Gerais: uma análise de shift-share (2006-2016)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2177-5230.2021.e73466

Palavras-chave:

Exportação, Minas Gerais, Shift-share, Mesorregiões

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo analisar as exportações das mesorregiões de Minas Gerais entre os anos 2006 e 2016, no qual realizou-se um comparativo entre os resultados das mesorregiões e os do Estado como um todo. Tal análise fornece um diagnóstico da situação das mesorregiões mineiras em relação às exportações dos principais itens que compõe a sua pauta. A análise foi feita utilizando o método shift-share, com base nos dados fornecidos pela Secretária do Comércio Exterior. Os resultados mostraram que houve disparidades regionais entre as mesorregiões mineiras, com destaque para as regiões Metropolitana de Belo Horizonte, Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, que apresentaram características de economias com vantagens comparativas não especializadas.

Biografia do Autor

Rosa Livia Gonçalves Montenegro, Professora Adjunta da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)

Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2005) , mestrado em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2008) e doutorado em Economia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2016). Foi pesquisadora visitante no Dipartimento di Scienze Economiche (DSE) na Universidade de Bologna (Itália). É Professora Adjunta do Departamento de Economia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) integrando o corpo docente de seu Programa de Pós-Graduação em Economia (PPGE) e é Professora do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento, Planejamento e Território (PGDPLAT), na Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ). Áreas de interesse: Desenvolvimento Econômico e Regional, Crescimento Econômico, Inovação Ambiental, Sistemas de Inovação e Economia da Ciência e Tecnologia, com ênfase em economia aplicada principalmente nos seguintes campos: econometria espacial, métodos de análise regional e análise multivariada. Membro da Associação Brasileira de Economia Industrial e Inovação (ABEIN) e pesquisadora do Laboratório de Análises Territoriais e Setoriais (LATES/UFJF).

Referências

ALICEWEB. Dados de exportação de Minas Gerais no ano de 2006, 2014 e 2016. Disponível em http://comexstat.mdic.gov.br/pt/home. Acesso em 18 out. 2017.

ALVES, F. O.; BARBOSA, D. D. G. A força do Triângulo Mineiro. 2017. http://www.indi.mg.gov.br/a-forca-do-triangulo-mineiro/. Acesso em Nov. de 2017.

ARAÚJO, A. C.; SARTORI, A.. Drawback e o comércio exterior – visão jurídica e operacional. São Paulo: Editora Aduaneiras, 2004.

BRASIL. Ministério de Minas e Energia. Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM). Sumário Mineral. Brasília, 2014, 141 p.. Disponível em: http://www.dnpm.gov.br/dnpm/sumarios/sumario-mineral-2014. Acesso em maio de 2017.

CNI. Desafios à competitividade das exportações brasileiras. 2015. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/apgvpesquisa/article/viewFile/. Acesso em 14 out de 2017.

DA ROCHA, A. Internacionalização das empresas brasileiras. Rio de Janeiro. MAUAD, 2002.

DNPM - Instituto Brasileiro de Mineração. A importância da Mineração no Brasil. 2013. Disponível em: http://hdxoil.com.br/comunicacao/a-importanica-da-mineracao-no-brasil-saiba-mais. Acesso em out de 2017.

DNPM. Departamento Nacional de Produção Mineral. Coordenadores: Thiers Muniz Lima;Carlos Augusto Ramos Neves. Versão 1: 2018. Brasília: DNPM, 2018 Disponível em: www.dnpm.gov.br/dnpm/sumarios/sumario-mineral-2017. Acesso em junho de 2016.

DÓREA, R. J. S; CONCEIÇÃO, R. L. C.; COSTA, J. F.; BRAGA, T. B.; REZENDE, A. A.. Uma análise das exportaçõesde minério de ferro do Estado de Minas Gerais sob a perspectiva da vantagem comparativa revelada e da taxa de cobertura entre os anos de 1997 a 2014. 2015. Disponível em: http://www.uesb.br/eventos/semana_economia/ 2015/arquivos/16.pdf. Acesso em out. de 2017

ESTEBAN-MARQUILLAS, J. M. Shift-share analysis revisited. Regional anda Urban Economics, v. 2. nº 3, p. 249-261, 1972.

HADDAD, P. R. Economia regional: teorias e métodos de análise. Fortaleza: BNB/ETENE. 1989.

IBGE. Sua pesquisa: Exportações brasileiras do setor mineral. 2017. Disponível em: http://www.suapesquisa.com/geografia/economia_brasileira.htm. Acesso em junho de 2017.

IBRAM. Informações sobre a Economia Mineral do Estado de Minas Gerais. 2009. Disponível em: http://www.ibram.org.br/sites/1300/1382/00004355.pdf. Acesso em maio de 2017.

IBRAM. Informações sobre a Economia Mineral do Estado de Minas Gerais. 2014. Disponível em: http://www.ibram.org.br/sites/1300/1382/00004355.pdf. Acesso em 10 maio de 2017.

IBRAM. Informações sobre a economia mineral brasileira. 2015. Disponível em: http://www.ibram.org.br/sites/1300/1382/00005836.pdf. Acesso em maio de 2017.

MDIC. MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR. Informações sobre as exportações de Minas Gerais. 2017. Disponível em: http://www.mdic.gov.br/index.php/comercio-exterior. Acesso em: 14 out. 2018.

NAHAS, M. Mineração e Dinâmica Produtiva: efeitos da indústria extrativa mineral sobre a estrutura produtiva dos municípios mineradores de Minas Gerais. Dissertação (mestrado). 233f. 2014.

PORTO, B.. Baixa das commodities derruba exportações de Minas Gerais. 2016. Disponível em: http://hojeemdia.com.br/primeiro-plano/baixa-das-commodities-derruba-exporta%C3%A7%C3%B5es-de-minas-gerais-1.351141. Acesso em Nov. de 2017

POSPIESZ, R. C.; SOUZA, M. R. P.; OLIVEIRA, G. B. Análise shift-share: um estudo sobre os estados da região sul de 2005 a 2008. 2010. Disponível em: http://img.fae.edu/galeria/getImage/1/29710459919216250.pdf. Acesso em agosto de 2017.

RUIZ, F. M. Exportações brasileiras: fatores explicativos da participação das micro e pequenas empresas (MPE). Dissertação de Mestrado. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade. Universidade de São Paulo, 2005.

SECEX. Informações sobre a pauta de exportações brasileira. 2014. Disponível em: http://www.mdic.gov.br/index.php/legislacao/157-portarias-secex/1360-portarias-da-secretaria-de-comercio-exterior-secex-ano-de-2014. Acesso em: 14 mai 2017.

SOUZA, I. L. S. Competitividade das exportações mineiras: uma análise por nível de intensidade de tecnologia no período de 2001/2014. 2016. Disponível em: http://diamantina.cedeplar.ufmg.br/2016/ anais/economia/106-173-1-RV_2016_ 10_09 _00_31_13_626.pdf. Acesso em 14 out de 2017.

TORRES, G.P; PALERMO, P.U. PORTUGAL, M. S. (2013). O desempenho da indústria no Rio Grande do Sul (RS), entre 1996 e 2007: uma análise comparada através do método Shift-Share. Indicadores Econômicos - FEE. (41). 45-74

Downloads

Publicado

2021-09-03

Edição

Seção

Artigos