Nova Rota da Seda: China e sua maximização econômica por recursos de poder

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2177-5230.2020v35n77p377

Palavras-chave:

China, Nova Rota da Seda, Realismo ofensivo

Resumo

O presente artigo busca investigar a Nova Rota da Seda enquanto ferramenta de maximização de recursos de poder pela China junto ao cenário internacional. A presente pesquisa aplica conceitos do realismo ofensivo de Mearshemier e cruza dados quantitativos com a análise qualitativa das práticas chinesas nos países afetados pela Nova Rota da Seda. Com objetivo de apresentar o crescimento econômico como fator de crescimento de recursos de poder, os principais resultados obtidos apontam para: i. uma real corrida chinesa por garantir e maximizar recursos de poder; ii. advinda de uma diversificação e menor dependência das potências estabelecidas em sua balança comercial; iii. que resultaria em conflitos econômicos e de segurança com essas potências, reforçando o ciclo de diversificação.

Biografia do Autor

Bruna Leal Barcellos, Universidade Federal do Paraná

Doutorando em Políticas Públicas pela Universidade Federal do Paraná.

Mestre em Políticas Públicas pela Universidade Federal do Paraná.

Bacharel em Relações Internacionais pela Uninter.

Leonardo Mèrcher

Professor no Centro Universitário Internacional - UNINTER e no Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da Universidade Federal do Paraná - UFPR, onde realiza o Pós-Doutoramento, com período interinstitucional na Universidad Nacional de Rafaela. Premiado pela International Studies Association (ISA) como autor do melhor artigo de Relações Internacionais de 2018 e finalista nacional do Prêmio Jabuti 2019. Desde 2008 desenvolve pesquisas sobre internacionalização de cidades e processos políticos da gestão urbana.

Referências

ALON, Ilan; WANG, Hua; SHEN, Jun; ZHANG, Wenzian. Chinese state-owned enterprises go global. Journal of Business Strategy, vol. 35, n. 6, p. 3-18, 2014.

BAPTISTA, Thiago J. Os Investimentos da República Popular da China no Mundo Globalizado: Novas Territorialidades no Processo de Reestruturação Territorial Fluminense. XI Encontro Nacional da ANPEGE, 2015.

BARNETT, Doak; CLOUGH, Ralph. Modernizing China: Post-mao Reform And Development. Westview Press; Edição: 1, 1986.

BELLABONA, Paola; SPIGARELLI, Francesca. Moving from Open Door to Go Globa: China goes on the world stage. Int. J. Chinese Culture and Management, vol. 1, n. 1, 2007.

BIJIAN, Zheng. China’s Peaceful Rise: Speeches of Zheng Bijian 1997-2005. The Brookings Institution, 2005.

CHEN, Sheying. Economic Reform and Social Change in China: Past, Present, and Future of the Economic State. International Journal of Politics, Culture and Society, vol. 15, n. 4, 2002.

CHINA GLOBAL INVESTMENT TRACKER, 2020. Disponível em: https://www.aei.org/china-global-investment-tracker/. Acesso em: 14 de agosto de 2020.

CHINA POLICY. China Going Global: between ambition and capacity. 2007.

COLAKOĞLU, Selçuk. China’s Belt and Road Initiative and Turkey’s Middle Corridor: A Question of Compatibility. Middle East Institute, 2019. Disponível em: https://www.mei.edu/publications/chinas-belt-and-road-initiative-and-turkeys-middle-corridor-question-compatibility. Acesso em: 15 de agosto de 2020.

DORNELLES JR., Arthur Coelho. A modernização militar da China e a distribuição de poder no Leste Asiático. Contexto Internacional, vol. 36, n. 1, 2014, p. 145-170. Disponível em https://www.scielo.br/pdf/cint/v36n1/a05v36n1.pdf . Acesso em 19/08/2020.

FAIRBANK, John K.; GOLDMAN, Merle. China: A New History. The Belknap Press of Harvard University Press, Londres, 2ª ed, 2006.

FOSTER, Vivien; BUTTERFIELD, William; CHEN, Chuan; PUSHAK, Nataliya. Building Bridges: China’s Growing Role as Infrastructure Financier for Sub-Saharan Africa. Trends and Policy Options, n. 5, 2009.

SONG, Xiaoyu. Regulations of Chinese OFDI: General Trends in Latin America and the Caribbean (2000-2018) In PETERS, Enrique D. China’s Foreign Direct Investment in Latin America and the Caribbean: Conditions and Challenges, 2019.

RATZEL, Friedrich. History of Mankind (1895). Hansebooks, 2016.

KENNEDY, Paul. The rise and fall of the great powers. New York: Random House, 1987.

JABOUR, Elias Marco K. Projeto Nacional, Desenvolvimento e Socialismo de Mercado na China de Hoje. Universidade de São Paulo (Tese de doutorado em Geografia Humana), 2010.

MACROTRENDS. China GDP 1960-2020. Disponível em: https://www.macrotrends.net/countries/CHN/china/gdp-gross-domestic-product. Acesso em: 25 de agosto de 2020.

MEARSHEIMER, John. The Tragedy of Great Power Politics. Nova York: Norton, 2001.

NONNENBERG, Marcelo José B. China: Estabilidade e crescimento econômico. Revista de Economia Política, vol. 30, n. 2, p. 201-218, 2010.

POON, Daniel. China’s Overseas Development Finance: Policy Tools and Mechanisms. In China: Direções Globais de Investimentos. Conselho Empresarial Brasil-China; ApexBrasil, 2018.

PUTTERMAN, Louis. Dualism and Reform in China. University of Chicago, 1992.

SACHS, Jeffrey; WOO, Wing T.; FISCHER, Stanley; HUGHES, Gordon. Structural Factors in te Economic Reforms of China, Eastern Europe, and the Former Soviet Union. Economic Policy, vol. 9, n. 18, p. 101-145, 1994.

THE PEOPLE’S REPUBLIC OF CHINA. Full text: Action plan on the Belt and Road Initiative. Disponível em: http://english.www.gov.cn/archive/publications/2015/03/30/content_281475080249035.htm. Acesso em: 15 de agosto de 2020.

THE PEOPLE’S REPUBLIC OF CHINAb. China’s Belt and Road plan ‘open’ to all nations. Disponível em: http://english.www.gov.cn/news/top_news/2015/04/18/content_281475091262006.htm. Acesso em: 15 de agosto de 2020.

VALLIM, Roberto B. Investimentos Externos Diretos da China no Resto do Mundo. Universidade Federal do Rio de Janeiro (Monografia em Economia), 2012.

XINHUA. China’s Belt and Road Initiative benefits world: experts. The People’s Republic of China, 2015. Disponível em: http://english.www.gov.cn/news/top_news/2015/10/15/content_281475212268936.htm. Acesso em: 15 de outubro de 2020.

ZHAO, X. B.; ZHANG, L. Decentralization Reforms and Regionalism in China: A Review. International Regional Science Review, 22, n. 3,

Downloads

Publicado

2020-12-07