Religiões no mundo contemporâneo: convivência e conflitos

Autores

  • Pierre Sanchis Universidade Federal de Minas Gerais

Palavras-chave:

Religiões, Ecumenismo, Conflito religioso, Absoluto relacional

Resumo

Um dos problemas políticos mais candentes no mundo contemporâneo parece ser o da convivência pacífica das religiões. Compartilhando os mesmos espaços sociais em regime cada vez mais acentuado de pluralismo, tais universos simbólicos, assentados por definição na afirmação de uma verdade absoluta, só com dificuldade peculiar conseguem uma coexistência feita de tolerância, de respeito, eventualmente de enriquecimento mútuo. Aqui, tentamos mapear o campo onde se dão estes encontros e caracterizar minimamente seus aspectos críticos. Depois, apontar para vários processos atualmente em curso neste campo no sentido de superar a aparente incomunicabilidade de absolutos teóricos: o respeito das consciências, o cotejo de reinterpretações efetivamente vividas, o cultivo de um “absoluto relacional”, uma compreensão renovada do sincretismo, o manejo do símbolo, a metaforização, etc. Enfim, através do exemplo de uma das instituições religiosas tradicionalmente mais propensas à afirmação da exclusividade de sua verdade, tentamos mostrar como é historicamente possível que se coloque, mesmo para ela, uma exigência de flexibilização através de uma postura radicalmente relacional.

Biografia do Autor

Pierre Sanchis, Universidade Federal de Minas Gerais

Possui graduação em Teologia pela Universite de Strasbourg I (1955) , graduação em Duel de Sociologia pela Universite de Paris IV (Paris-Sorbonne) (1969) , especialização em Diplome de L'ecole Pratique Des Hautes Etudes Soci pela Ecole Pratique Des Hautes Etudes (1971) , especialização em Formation à La Recherche Approfondie En Sciences S pela Ecole Pratique Des Hautes Etudes (1972) , mestrado em Ethnologie Antrhropologie Et Science Des Religions pela Universite de Paris VII - Universite Denis Diderot (1972) , doutorado em Sociologie pela École des Hautes Études en Sciences Sociales (1976) e pós-doutorado pela École des Hautes Études en Sciences Sociales (1991) . Atualmente é Professor Emérito da Universidade Federal de Minas Gerais, Pesquisador do Instituto Superior de Estudos da Religião e Membro de corpo editorial do Religião & Sociedade. Atuando principalmente nos seguintes temas: emigração, cultura, Portugal.

Downloads

Publicado

2002-01-01

Edição

Seção

Artigos