A pictografia da tristesse: uma antropologia do nation-building nos trópicos

Autores

  • Otávio Velho Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Antropologia do Brasil, Nation-building, Antropologia

Resumo

O autor procura situar a antropologia que se pratica no Brasil no contexto do ´nation building´, lançando mão de outros casos e conceitos (como o de ´duplo vínculo´) para comparação. Busca mostrar a produtividade, mas também os limites desse enquadramento, explorando novos caminhos que podem se abrir.

Biografia do Autor

Otávio Velho, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Possui graduação em Ciências Políticas e Sociais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1964) , mestrado em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1970) , doutorado em Sociology pela University of Manchester (1973) e pós-doutorado pela Stanford University (1981) . Atualmente é Pesquisador Associado, categoria Emérito da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Professor Emérito da Universidade Federal do Rio de Janeiro, conselheiro da Financiadora de Estudos e Projetos, sócio da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - São Paulo, assessoria do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, conselheiro do Fundação Universitária José Bonifácio, Outro (cargos diversos como membro da associa do Associação Nacional de Pós Graduação e Pesquisas Em Ciências Sociais, Bolsista do Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesq. do Estado do Rio de Janeiro, assessoria do Instituto Superior de Estudos da Religião, membro-associado do Laboratório de Estudos Ex da Faculdades Integradas Cândido Mendes, membro do Conselho Diretor do Instituto do Pluralismo Cultural, assessor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, assessor do Fundação Getúlio Vargas - RJ, assessor do Federação de Órgãos para Assistência Social e Educacional, assessor do Associação Brasileira de Antropologia, assessoria da Universidade Federal Fluminense, assessoria da Universidade de Brasília, assessoria do Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, consultoria do Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul, funcionário do Conselho Mundial de Igrejas, membro de comite gestor do Ministério da Ciência e Tecnologia, Externo do Instituto Ciência Hoje, da Grolier Academic Reference, funcionário da Universidade Federal de Pernambuco, funcionário da Universidad Nacional de San Martín, Membro de Conselho do Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Membro do Conselho Superior do Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior, Membro do Conselho Diretor do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, Membro de comissão da Programa de Apoio a Núcleos de Excelência e Membro do Conselho Nacional de Política Cultu do Ministério da Cultura. Tem experiência na área de Antropologia , com ênfase em Antropologia da Religião. Atuando principalmente nos seguintes temas: capitalismo, autoritarismo, campesinato.

Downloads

Publicado

2003-01-01

Edição

Seção

Artigos