Corporalidade, ética e identidade em dois grupos pano

Autores

  • Laura Pérez Gil FUNASA

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Pano, Corpo, Identidade, Xamanismo

Resumo

Tomando como marco de referência a bibliografia recente dedicada ao estudo da noção de corpo e de pessoa nas sociedade das Terras Baixas sul-americanas, este artigo explora o papel central que esses conceitos têm em duas culturas pano: Yaminawa e Yawanawa. O estudo do corpo é abordado a partir das práticas dedicadas a fortalecê-lo e endurecêlo, e revela que esse objetivo está ligado a valores éticos centrais da sociabilidade Yaminawa e Yawanawa. Igualmente, examina a relação da noção de corporalidade com a de identidade e com os processos de mudança resultantes da interação intensa com a sociedade envolvente.

Biografia do Autor

Laura Pérez Gil, FUNASA

Possui graduação em Geografía e Historia - Universidad Complutense de Madrid (1996), mestrado em Antropologia Social pela Universidade Federal de Santa Catarina (1999) e doutorado em Antropologia Social pela Universidade Federal de Santa Catarina (2006). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal do Paraná. Tem experiência na área de Antropologia, com ênfase em Antropologia da Saúde, atuando principalmente nos seguintes temas: etnologia indígena, pano, xamanismo, yaminawa e antropologia da saúde.

Downloads

Publicado

2003-01-01

Edição

Seção

Artigos