Um peixe olhou para mim. O povo Yudjá e a perspectiva.

Autores

  • Nádia Heusi Silveira

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Resumo

Resultado da fermentação intelectual produzida desde que com
pletou os estudos de doutorado no Museu Nacional, “Um peixe
olhou para mim” é marcado pela produção teórica local. A autora inova ao descrever o povo yudjá reorientando a teoria perspectivista sobre as relações políticas, grande mérito deste livro. No entanto, a intenção de desfazer a temporalidade narrativa da escrita etnográfica visando à descrição de um processo temporal específico é esmorecedora. O exercício de um “estilo plurilinear” associado a uma forte inspiração estruturalista e em diálogo com a filosofia produz um texto bastante denso, diria mesmo inacessível ao leitor não iniciado.

Downloads

Publicado

2006-01-01

Edição

Seção

Resenhas