Sobre a beleza de Sílvio Coelho dos Santos

Autores

  • Rafael José de Menezes Bastos UFSC

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8034.2008v10n1p322

Resumo

Conheci Sílvio, se não me falha a memona, em 1978 Eu trabalhava na Fundação Nacional do índio (Funai) desde 1975, que vivia a sua Primavera de Praga, sob a presidência do General Isrnarth de Araujo Oliveira l Eu havia sido indicado pelo Gal Ismarth para ocupar a posição de representante da FUNAI no Projeto Uruguai Os Barramentos e os índios, coordenado por Silvio O projeto envolvia a Universidade Federal de Santa Catarina, a Eletrosul Centrais Eletricas S A, e a Funai Pioneiramente — e não somente no Brasil —, ele tinha como objeto os impactos socioculturais e ambientais sobre as terras e sociedades indígenas provocados pela construção dos barramentos então planejados pela Eletrosul no curso do Rio Uruguai Ah começaram minhas relações com Silvio — e com Florianópolis — sob o signo de uma imensa e duradoura admiração Naquela posição, lembro-me que vim a Florianópolis umas duas vezes — quando em definitivo me encantei com a cidade — Sílvio tendo ido a Funai em Brasília mais ou menos o mesmo numero de ocasiões.

Biografia do Autor

Rafael José de Menezes Bastos, UFSC

Possui bacharelado em Música pela Universidade de Brasília (1968), mestrado em Antropologia Social pela Universidade de Brasília (1976) e doutorado em Ciência Social (Antropologia Social) pela Universidade de São Paulo (1990). Atualmente é Professor Associado I da Universidade Federal de Santa Catarina, onde coordena o nucleo de estudos "Arte, Cultura e Sociedade na America Latina e Caribe" (MUSA). Atua como conselheiro editorial das seguintes publicações, entre outras: "Vibrant" (Associação Brasileira de Antropologia), "The World of Music", "Critical World" (Universidade de Montreal), "Campos - Revista de Antropologia Social", "Continuum Encyclopedia of Popular Music of the World", "Revista de Estudos Poetico-Musicais" (do Núcleo de Estudos Poético Musicais, UFSC). É co-editor de "Ilha - Revista de Antropologia" e editor de "Antropologia em Primeira Mão", ambos da UFSC. Tem experiência na área de Antropologia, com ênfase em Etnologia e Etnomusicologia Indigenas, atuando principalmente nos seguintes temas: música nas terras baixas da América do sul, Alto Xingu, música popular brasileira, Santa Catarina e música na América Latina e Caribe.

Downloads

Publicado

2008-08-16

Como Citar

BASTOS, Rafael José de Menezes. Sobre a beleza de Sílvio Coelho dos Santos. Ilha Revista de Antropologia, Florianópolis, v. 10, n. 1, p. 322–324, 2008. DOI: 10.5007/2175-8034.2008v10n1p322. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/ilha/article/view/2175-8034.2008v10n1p322. Acesso em: 25 fev. 2024.

Edição

Seção

Depoimentos e Saudades