Três famílias: identidades e trajetórias transgeracionais nas classes populares

Autores

  • Guillermo Vega Sanabria Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8034.2008v10n2p217

Resumo

As histórias apresentadas por Duarte e Gomes em Três famílias oferecem-nos um quadro sociológico no qual mudanças e uma relativa mobilidade dos indivíduos, mesmo quando se produzem em meio a tensões, sucedem-se no tempo numa busca simultânea pela autoafirmação e pela estabilização. A sequência de ajustamentos em diversas ordens (dos indivíduos à cidade, passando pelas redes sociais no bairro) mostra “que é próprio da experiência social humana encontrar-se em permanente fluxo” (p. 241). É por isso que uma dimensão importante deste trabalho é compreender as transformações por que passaram e continuam passando as três famílias da pesquisa. Essas histórias familiares, a princípio locais, mas com enorme poder englobante, desdobram-se no livro num universo temático amplo, com distintos níveis de aprofundamento: parentesco, religião, identidade, classes sociais, construção da pessoa.

Downloads

Publicado

2008-12-15

Edição

Seção

Resenhas