As mídias em múltiplas perspectivas

Autores

  • Sonia Weidner Maluf UFSC
  • Maria Emanuelli Magalhães Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Sergio Caggiano Universidad Nacional de La Plata

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8034.2008v10n2p8

Resumo

Os estudos antropológicos da mídia têm se ampliado e se consolidado nos últimos anos no Brasil. Crescem os grupos de trabalho em encontros e congressos da área, as publicações, os livros, os artigos e as coletâneas; os trabalhos de conclusão, como teses, dissertações, monografias de graduação: uma produção ainda a ser mapeada, descrita e analisada. No entanto, o reconhecimento e a produção sobre o tema em nosso campo ainda não refletem a importância do fenômeno da mídia e da comunicação nas sociedades contemporâneas, e, como diversos autores já apontaram, uma antropologia do contemporâneo necessariamente deve tomar em conta os territórios e as articulações midiáticos.

Downloads

Publicado

2008-12-15

Como Citar

MALUF, Sonia Weidner; MAGALHÃES, Maria Emanuelli; CAGGIANO, Sergio. As mídias em múltiplas perspectivas. Ilha Revista de Antropologia, Florianópolis, v. 10, n. 2, p. 8–16, 2008. DOI: 10.5007/2175-8034.2008v10n2p8. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/ilha/article/view/2175-8034.2008v10n2p8. Acesso em: 16 jun. 2024.

Edição

Seção

Introdução