A longa tarde de um fauno

Autores

  • Acácio Piedade Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8034.2009v11n1-2p145

Palavras-chave:

Mito, Fauno, Arte, Música

Resumo

Este artigo é uma reflexão que começa com um mito da Grécia Clássica, notadamente aquele da origem da flauta conforme contado por Heródoto. A partir daí, o artigo passa para o campo das artes da Europa do século XVIII e XIX, discutindo representações desse mito, e segue para a música de Debussy e a dança. O artigo pretende investigar essa longa permanência do mito e as transformações que se operaram ao longo de séculos, em contextos históricos diferentes e atravessando diferentes formatos artísticos, para ao final tomá-lo como uma trama que faz parte do grande teatro da história, cujo script vem sendo encenado ao longo de séculos, desenrolando-se como um ritual de longuíssima duração.

Downloads

Publicado

2009-05-26

Edição

Seção

NÚMERO 1: Artigos