Formas do efêmero: alegorias em performances rituais

Autores

  • Maria Laura Viveiros de Castro Cavalcanti

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8034.2011v13n1-2p163

Palavras-chave:

Alegorias, Performance ritual, Desfile carnavalesco, Boi-bumbá de Parintins, Maravilhamento, Risco

Resumo

Alegoria é um termo nativo que designa os grandes carros decorados que integram o desenrolar das performances rituais contemporâneas do Bumbá de Parintins, Amazonas, e do Carnaval das escolas de samba no Rio de Janeiro. Construídas para a fruição ritual, as alegorias produzem efeitos decisivos na dinâmica das apresentações festivas anuais. Assumindo o ponto de vista do expectador e baseada em pesquisas etnográficas, analiso e comparo as distintas modalidades de ação das alegorias, em especial a produção diferenciada do almejado efeito de maravilhamento e os riscos aí implicados.

Downloads

Publicado

2012-12-03

Edição

Seção

Dossiê Antropologias em Performance II (primeira parte)