Coreo-política e coreo-polícia

Autores

  • André Lepecki New York University

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8034.2011v13n1-2p41

Resumo

A partir da recente ênfase em filosofia política (Rancière; Agamben) da relação ontologica entre estética e política, se analisa a possibilidade de uma pensar coreográfico dissensual no urbano contemporâneo. Exemplos incluem os movimentos de ocupação de praças e ruas nos últimos 18 meses (Tahir; Wall Street entre outros); a performance art de Tania Bruguera e William Pope.L; e a dança TURF, em Oakland, California. Avança-se o conceito de coreo-polícia, a partir das propostas de Jacques Rancière sobre o conceito de "police."

Biografia do Autor

André Lepecki, New York University

Associate Professor, Department of Performance Studies, New York University

Downloads

Publicado

2013-01-03

Edição

Seção

Dossiê Antropologias em Performance II (primeira parte)