Fronteiriço, Brasileiro, Paraguaio ou Brasiguaio? Denominações Identitárias na Fronteira Pedro Juan Caballero (PY) e Ponta Porã (BR)

Autores

  • Valdir Aragão do Nascimento Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, MS, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8034.2014v16n1p105

Resumo

Discute-se aqui as denominações identitárias autoatribuídas, tanto por brasileiros quanto paraguaios, em relação às categorias de fronteiriço, brasiguaio, paraguaio e brasileiro. São problematizadas ainda questões que se referem ao contato dos povos na fronteira, notadamente Ponta Porã (BR) e Pedro Juan Caballero (PY). Conclui-se que a definição identitária autoatribuída quanto a se considerar Brasileiro, Paraguaio, Brasiguaio ou Fronteiriço na fronteira Brasil/Paraguai encerra uma série de definições situacionais, permeadas por afirmações jocosas e negações de determinadas formas de classificação fronteiriça. Definições situacionais que espelham a  complexidade cultural existente na fronteira e os jogos de identidade que nela se desenrolam, tanto como estratégia de interação e convívio quanto como manifestação dos imbricamentos socioculturais que têm lugar nesses espaços.

Downloads

Publicado

2014-12-05

Edição

Seção

NÚMERO 1: Artigos