A Cosmologia Lexical: etnografia e estudos linguísticos entre os Wajuru

Autores

  • Nicole Soares Pinto Universidade de Brasília
  • Antônia Fernanda de Souza Nogueira Universidade Federal do Pará

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8034.2014v16n1p41

Resumo

O artigo foi fruto de pesquisa entre os Wajuru, povo de língua Tupi-Tupari, na T.I. Rio Guaporé (Rondônia). O diálogo entre informações linguísticas e etnográficas desdobrou-se principalmente através de ambiguidades lexicais relativas à embriaguez e em relação a especificações lexicais para práticas xamânicas. A justaposição entre domínios temáticos/etnográficos e semânticos/lexicais foi conveniente na medida em que possibilitou algumas pontes de inteligibilidade entre campos disciplinares diversos. Nesse sentido, uma possibilidade de investigação testada é a relação entre a divisão de itens lexicais e a qualidade perspectiva do cosmos entre os Wajuru.

Downloads

Publicado

2014-12-03

Como Citar

PINTO, Nicole Soares; NOGUEIRA, Antônia Fernanda de Souza. A Cosmologia Lexical: etnografia e estudos linguísticos entre os Wajuru. Ilha Revista de Antropologia, Florianópolis, v. 16, n. 1, p. 041–068, 2014. DOI: 10.5007/2175-8034.2014v16n1p41. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/ilha/article/view/2175-8034.2014v16n1p41. Acesso em: 22 fev. 2024.

Edição

Seção

NÚMERO 1: Artigos