Ser em cena, flor ao vento

Autores

  • Cauê Krüger Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8034.2014v16n2p209

Resumo

Não é apenas no título que a poiesis antropológica de Rita de Almeida Castro contagia o leitor: ela se expressa também por meio da beleza do livro (de edição cuidadosa pela série Ensino de Graduação da Editora da Universidade de Brasília), do andamento do texto em que a discussão teórica é englobada pela descrição etnográfica e, sobretudo, no ensaio fotográfico, indissociável da narrativa antropológica.

Downloads

Publicado

2014-12-15

Como Citar

KRÜGER, Cauê. Ser em cena, flor ao vento. Ilha Revista de Antropologia, Florianópolis, v. 16, n. 2, p. 209–215, 2014. DOI: 10.5007/2175-8034.2014v16n2p209. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/ilha/article/view/2175-8034.2014v16n2p209. Acesso em: 23 fev. 2024.

Edição

Seção

NÚMERO 2: Resenhas