Philipe Descola e a Virada Ontológica na Antropologia

Autores

  • Luiz César de Sá Júnior Universidade Federal do Rio de Janeiro, RJ, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8034.2014v16n2p7

Palavras-chave:

fhilipe descola, virada ontológica, antropologia simétrica, multinaturalismo

Resumo

Este artigo pretende mostrar ao leitor um conjunto de teorias antropológicas, em vias de produção, que se inscreve num movimento filosófico geral chamado de “virada ontológica”. Após realizar a síntese de alguns pressupostos fundamentais, será tratada a principal obra do antropólogo Philippe Descola, Par-delà nature et culture, na qual desponta uma elaboração teórica que concilia materiais históricos e etnográficos a teorias estruturalistas. Argumenta-se, por fim, que esse modelo pode ser proveitoso para as demais disciplinas do campo das humanidades.

Downloads

Publicado

2014-12-15

Edição

Seção

NÚMERO 2: Artigos