Visualidades amazônicas e interculturais nos primeiros anos do Arte Pará

Autores

  • John Fletcher Universidade Federal do Pará
  • Agenor Sarraf Universidade Federal do Pará
  • Ernani Chaves Universidade Federal do Pará

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8034.2017v19n1p71

Palavras-chave:

Artes visuais, Arte Pará, Amazônia

Resumo

O seguinte trabalho retoma uma discussão crítica e decolonial, dentro de uma leitura antropológica interpretativista, das primeiras edições do Salão Arte Pará (1982-1997), evento competitivo de artes visuais que ocorre na cidade de Belém, Estado do Pará. Desse modo, foi analisada a base conceitual inicial do evento e como se deu seu desenvolvimento e maturação, para refletir acerca do poder discursivo de circuitos expositivos de teor intercultural para uma região Amazônica. Buscamos conversar, principalmente, com escritos de Clifford Geertz e de Walter Mignolo, atravessados por outros focos de pensamentos advindos da orientação pós-colonial/decolonial, com ênfase em autores como, Inge Valencia, Adolfo Albán, Nestor Garcia Canclini, João de Jesus Paes Loureiro e Osmar Pinheiro Jr. Com o intuito de expor um olhar mais crítico sobre nosso presente assimétrico, esta pesquisa, parte de análises de uma pesquisa de doutorado, visa a conferir novas dimensões à dinâmica geral da experiência humana.

Biografia do Autor

John Fletcher, Universidade Federal do Pará

Doutor pelo Programa de Pós-Graduação em Antropologia da Universidade Federal do Pará (PPGA/UFPA) e Professor do Curso de Bacharelado em Museologia, Faculdade de Artes Visuais, Universidade Federal do Pará (FAV/ UFPA).

Agenor Sarraf, Universidade Federal do Pará

Doutor em História Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, atualmente vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Antropologia da Universidade Federal do Pará (PPGA/UFPA).

Ernani Chaves, Universidade Federal do Pará

Doutor em Filosofia pela Universidade de São Paulo. É também Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Antropologia (PPGA/ UFPA) e Colaborador no Programa de Pós-Graduação em Psicologia, ambos na UFPA.

Downloads

Publicado

2017-12-19

Edição

Seção

Artigos