SAFATLE, V; JÚNIOR, N. da S; DUNKER, C. Neoliberalismo como gestão do sofrimento psíquico. SAFATLE, V; JÚNIOR, N. da S; DUNKER, C. (Org.). São Paulo: Autêntica, 2020. 286 p

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8034.2022.e86458

Biografia do Autor

Alana Aragão Ávila, Universidade Federal de Santa Catarina

Alana Aragão Ávila (alanaavila01@yahoo.com.br) graduou-se em Psicologia pela Universidade Federal do Ceará (2015), no campus de Sobral, é mestre e doutoranda em Antropologia Social pelo PPGAS/UFSC, integrante dos grupos de pesquisa TRANSES - Núcleo de Antropologia do Contemporâneo e CANOA - Coletivo de Estudos em Ambientes, Percepções e Práticas. Vem direcionando seus estudos para as áreas de políticas públicas, saúde, gênero, sexualidade e maternidade.

Referências

SAFATLE, V; JÚNIOR, N. da S; DUNKER, C. Neoliberalismo como gestão do sofrimento psíquico. SAFATLE, V; JÚNIOR, N. da S; DUNKER, C. (Org.). São Paulo: Autêntica, 2020.

FRASER, N. O velho está morto e o novo não pode nascer. São Paulo: Autonomia Literária, 2020.

BROWN, W. Nas ruínas do neoliberalismo: a ascensão da política antidemocrática no ocidente. São Paulo: Editora Filosófica Politéia, 2019.

Downloads

Publicado

2022-05-26

Como Citar

ÁVILA, Alana Aragão. SAFATLE, V; JÚNIOR, N. da S; DUNKER, C. Neoliberalismo como gestão do sofrimento psíquico. SAFATLE, V; JÚNIOR, N. da S; DUNKER, C. (Org.). São Paulo: Autêntica, 2020. 286 p. Ilha Revista de Antropologia, Florianópolis, v. 24, n. 2, p. 241–245, 2022. DOI: 10.5007/2175-8034.2022.e86458. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/ilha/article/view/86458. Acesso em: 23 fev. 2024.

Edição

Seção

Resenhas