Variação espacial e sazonal da produção primária microfitobêntica em uma planície entremarés subtropical, Baía de Paranaguá, Paraná - Brasil

Alessandra Fonseca, Nilva Brandini, Eunice da Costa Machado, Frederico Pereira Brandini

Resumo


A produção primária e a biomassa microfitobêntica foram avaliadas ao longo do gradiente de energia ambiental da planície entremarés da Ilha Rasa da Cotinga, setor euhalino da Baía de Paranaguá, durante quatro marés de quadratura do outono-inverno de 1996 e da primavera-verão de 1996/1997. Os oito experimentos in situ foram realizados com uso de câmaras bênticas e a produção primária foi calculada com base na variação do oxigênio dissolvido, em duas câmaras translúcidas e duas opacas. A hipótese nula de que não há diferença significativa entre os períodos amostrados (sazonalidade) e entre o gradiente de energia ambiental da planície entremarés (espacialidade) foi testada utilizando-se ANOVAs uni e bifatorial. A radiação fotossinteticamenie ativa - RFA foi considerada para cada sítio amostral. A biomassa foi maior no outono-inverno do que na primavera-verão, enquanto a produção primária e a RFA foram maiores na primavera-verão. Todos os descritores apresentaram um gradiente crescente da região inferior, acima da isóbata de I metro, para a região mediana e superior da planície. A importância desta comunidade para o ecossistema estuarino da Baía de Paranaguá foi discutida.


Spatial and seasonal microphytobenthos primary production in subtropical intertidal flat, Paranaguá Bay, Paraná-Brasil

Abstract

The microphytobenthic primary production and biomass were measured on the intertidal fiat of the Rasa da Cotinga island, eurihaline sector of Paranaguá Bay, during four neap tides of autumn-winter of 1996 and spring-summer of 1996/1997. The eight in situ experiments were carried with benthic chamber and the primary production was measured by dissolved oxygen variation in two light and two dark incubations. The null hypothesis about no significant differences among the periods (season) and the environmental gradient (spatial) in the intertidal fiat was tested by one and two way ANüVAs. Photosynthetic Active Radiation - PAR was measured at each sampling site. The biomass was higher in the autunm-winter than springsummer, while the primary production and PAR were higher in the spring-summer. All variables showed an increase gradient from lower region, above 1 meter isobath, to median and upper region of the intertidal fiat. The importance of this community in the Paranaguá Bay estuarine system was discussed.


Palavras-chave


Biomassa microfitobêntica; radiação fotossintéticamente ativa; Ilha Rasa da Cotinga; microphytobenthic biomass; Photosynthetic Active Radiation; Rasa da Cotinga Island

Texto completo:

PDF


Insula - Universidade Federal de Santa Catarina - Departamento de Botânica - Centro de Ciências Biológicas - Campos Universitário - Trindade - CEP 88040-900 - Florianópolis - SC – Brasil.

ISSN print 0101-9554
ISSNe 2178-4574