Morpho-anatomical changes in leaves of Mentha x gracilis Sole (Lamiaceae) submitted to different levels of shade

Roque Luiz Pegoraro, Vânia Helena Techio, Elisete Ana Barp, Geraldo Luiz Gonçalves Soares

Resumo


Mentha x gracilis Sole (Lamiaceae), conhecida como hortelã, é uma espécie medicinal de grande importância, cujas propriedades farmacológicas estão associadas à produção de óleo essencial rico em monoterpenóides. O presente estudo objetivou avaliar o impacto de diferentes regimes de luz em um clone de M. x gracilis. As plantas foram cultivadas por 105 dias sob sombreamento (30% e 60%) e sol pleno. Durante 90 dias de cultivo, o comprimento do caule foi avaliado quinzenalmente. Posteriormente, amostras de folhas foram submetidas a análises morfométricas (área, espessura, dureza, índice estomático e densidade de tricomas) e comprimento dos entrenós. As diferentes condições de intensidade luminosa promoveram alterações morfológicas e anatômicas. As plantas cultivadas em pleno sol apresentaram maior dureza, espessura e densidade de tricomas enquanto as plantas cultivadas a 30% e 60% de sombreamento obtiveram maiores índices estomáticos, área foliar e comprimentos caulinares e dos entrenós.

Palavras-chave


Sombreamento; Fotoperíodo; Plasticidade fenotípica.

Texto completo:

PDF/A


Insula - Universidade Federal de Santa Catarina - Departamento de Botânica - Centro de Ciências Biológicas - Campos Universitário - Trindade - CEP 88040-900 - Florianópolis - SC – Brasil.

ISSN print 0101-9554
ISSNe 2178-4574