Anatomia foliar de espécies de <I>Eugenia</I> L. (Myrtaceae) oriundas da restinga de Algodoal/Maiandeua-Pará

Autores

  • Adalgisa da Silva Alvarez Universidade Federal Rural da Amazônia, Belém, PA.
  • Rolf Junior Ferreira Silva Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, AM.

Palavras-chave:

Análise estrutural, Microquímica, Cavidade secretora.

Resumo

A ampliação do número de espécies de Myrtaceae analisadas anatomicamente é necessária para se verificar a maior confiabilidade das inferências taxonômicas. Visando contribuir com dados estruturais à família Myrtaceae e ao gênero Eugenia, objetivou-se neste trabalho descrever a estrutura anatômica foliar de E. biflora (L.) DC., E. flavescens DC., E. patrisii Vahl. e E. tapacumensis Berg. ocorrentes na restinga da ilha de Algodoal/Maiandeua-Pará. São características comuns às quatro espécies examinadas: sinuosidade parietal das células epidérmicas da face adaxial da lâmina foliar; cutícula foliar espessa; tricomas tectores unicelulares; folhas hipoestomáticas; estômatos paracíticos e anomocíticos; mesofilo dorsiventral; cavidades secretoras com conteúdo reativo para lipídios, principalmente no parênquima paliçádico; idioblastos secretores com conteúdo reativo para compostos fenólicos e lipídicos; nervura central e pecíolo com feixe vascular bicolateral. A estrutura anatômica foliar das quatro espécies de Eugenia aqui estudadas apresentou características universais à família Myrtaceae.

Downloads

Publicado

2012-12-24

Edição

Seção

Artigos