Os caminhos a serem percorridos na poesia de Alberto Caeiro: uma abordagem segundo a Estética da Recepção

Fabrício César Aguiar

Resumo


A análise aqui proposta irá se embasar nos conceitos da Estética da Recepção, visando estudar o poema VIII - Num meio-dia de fim de primavera, de Alberto Caeiro, tendo como enfoque a valorização dos aspectos sensoriais do texto, principalmente o visual. Serão destacados os recursos poéticos utilizados para a construção do texto, bem como sua recepção pelos leitores. A análise será embasada nos conceitos teorizados por Wolfgang Iser, como: a interação entre o texto e o leitor e sua postura no momento de recepção; as estruturas de primeiro e segundo plano; as estruturas de tema e horizonte; os lugares vazios e as estruturas de negação e negatividade; a abordagem da leitura como um ato por parte do leitor, o qual será o responsável pela concretização deste efeito e pela criação do prazer estético, conceito este que será embasado na teoria de Hans Robert Jauss.


Palavras-chave


Poesia portuguesa; Teoria literária; Estética da recepção

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7917.2011v16n2p145

Direitos autorais 2011 Fabrício César Aguiar

Rev. Anu. Lit. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis. Santa Catarina. Brasil. ISSNe 2175-7917

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.