As pegadas do texto-onça: vestígios e sobrevivências para uma abertura na história

Autores

  • Ana Carolina Cernicchiaro Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7917.2010v15n2p68

Palavras-chave:

Arte, História, Anacronismo

Resumo

Um texto-onça é um texto impuro, híbrido, repleto de vestígios, de sobrevivências, que traz consigo não apenas a história, mas o murmúrio que ficou sob ela, a história dos que não têm história. Enquanto texto-onça, esta estética anacrônica, onde o passado se inscreve no presente, e vice-versa, se abre a todas as possibilidades da sensibilidade humana e se coloca como um espaço ético e heterogêneo, onde o outro tem voz.

Biografia do Autor

Ana Carolina Cernicchiaro, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutoranda em Teoria Literária pela Universidade Federal de Santa Catarina e bolsista CNPq.

Mais informações: Currículo Lattes - CNPq."

Downloads

Publicado

2010-11-29

Como Citar

CERNICCHIARO, A. C. As pegadas do texto-onça: vestígios e sobrevivências para uma abertura na história. Anuário de Literatura, [S. l.], v. 15, n. 2, p. 68-77, 2010. DOI: 10.5007/2175-7917.2010v15n2p68. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/literatura/article/view/2175-7917.2010v15n2p68. Acesso em: 23 nov. 2020.

Edição

Seção

Artigos