A estética do sucesso vocal: discursos engendrados na construção de vozes de sucesso midiático

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7917.2020v25n2p101

Palavras-chave:

Discursos de sucesso, Estética da voz de sucesso, Sujeitos de sucesso

Resumo

Este estudo visa analisar como é produzido um tipo de estética vocal, a partir de uma performatividade acerca de dizeres sobre vozes de sucesso. Acreditamos que, por conta dos discursos veiculados sobre a materialização da voz que (re)produz sujeitos e sentidos do sucesso, exista também uma discursivização complexa da estética da recepção do sucesso. Para a observação de tanto, empregaremos o aparato teórico metodológico da Análise do Discurso francesa, especialmente norteado pela noção de pré-construído, de pressuposto e subentendido, de intra e interdiscurso, bem como de deslizamentos (efeitos) metafóricos. Assim, investigaremos os funcionamentos discursivos midiáticos que tornam possível afirmar que a recepção da voz, em boa medida, engendra uma estética vocal de sucesso e, consequentemente, dá suporte à manutenção dessa determinada escuta. Em específico, analisaremos matérias da revista Rolling Stone,Quando Michael se Tornou Michael” (SHEFFIELD, 2010), “Amy Winehouse 1983-2011” (ELISCU, 2011), e “Voz Imortal” (CAVALCANTI, 2015), publicadas nos anos de 2010, 2011 e 2015 respectivamente.

Biografia do Autor

Thiago Barbosa Soares, Universidade Federal do Tocantins

Licenciatura em Letras, português/inglês, pela Universidade do Vale do Sapucaí (2009), graduação em Psicologia pela Universidade Paulista (2014) e em Filosofia pela Universidade de Franca (2014), especialização em Estudos Literários pela Faculdade Comunitária de Campinas (2013), mestrado em Linguística pela UFSCar. (2015) e doutorado em Linguística também pela UFSCar. (2018). Professor nos cursos de graduação em Letras e de pós-graduação stricto sensu em Letras da Universidade Federal do Tocantins - Porto Nacional.

Damião Francisco Boucher, Universidade Federal do Tocantins

Licenciatura em Letras - Português e Inglês e Respectivas Literaturas pela Universidade Federal do Tocantins; Pós-graduado em Análise do Discurso Político e Jurídico pela Faculdade Unyleya do Rio de Janeiro; Pós-graduado em Psicologia Junguiana pela Faculdade Unyleya do Rio de Janeiro; Mestrando em Letras com atuação nas áreas de Texto, Discurso e História pela Universidade Federal do Tocantins.

Referências

ARISTÓTELES. Retórica. Trad. de Antônio Pinto de Carvalho. Rio de Janeiro: Ediouro, [19-?].

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Trad. de Paulo Bezerra. 6ª ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2011.

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009.

BOLOGNA, Corrado. Flatus vocis? metafisica e antropologia della voce. Il Mulino, Itália: 1992.

BOTTON, Alain de. Desejo de status. Trad. de Ryta Vinagre. Porto Alegre: L± Rio de Janeiro: Rocco, 2013.

CAVALCANTI, Paulo. Voz Imortal. Rolling Stone, [S. l.], 09 dez. 2015. Disponível em: https://rollingstone.uol.com.br/edicao/edicao-112/voz-imortal/. Acesso em: 30 jul. 2020.

CIELO, Carla Aparecida. et al. Disfonia funcional psicogênica por puberfonia do tipo muda vocal incompleta: aspectos fisiológicos e psicológicos. Estud. psicol. Campinas, SP, v. 26, n. 2, p. 227-236, jun. 2009.

ELISCU, Jenny. Amy Winehouse 1983-2011. Rolling Stone, [S. l.], 08 ago. 2011. Disponível em: https://rollingstone.uol.com.br/edicao/59/amy-winehouse-1983-2011/. Acesso em: 30 jul. 2020.

GUMBRECHT, Hans Ulrich. 1948 − Atmosfera, ambiência, Stimmung: sobre um potencial oculto da literatura. Trad. de Ana Isabel Soares. Rio de Janeiro: Contraponto: Editora PUC Rio, 2014, p. 121-127.

HENRY, Paul. Construções relativas e articulações discursivas. Trad. de João Wanderley Geraldo e Celene Margarida Cruz. Cad. Est. Ling., Campinas, SP, n.19, p. 43-64, jul./dez. 1990.

LENIN, Vladimir Ilitch. El imperialismo, fase superior del capitalismo. 2. ed. Buenos Aires: Ediciones Libertador, 2012.

MAINGUENEAU, Dominique. Análise de textos de comunicação. Trad. de Cecília P. de Souza e Silva; Décio Rocha. 6. ed. São Paulo: Cortez, 2013.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

MARTINS, Nilce Sant’Anna. Introdução à Estilística: A expressividade na Língua Portuguesa. 4. ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2011.

ORLANDI, Eni Puccinelli. A linguagem e seu funcionamento: as formas do discurso. Campinas, SP: Pontes, 1996.

ORLANDI, Eni Puccinelli. As formas do Silêncio: no movimento dos sentidos. 6. ed. Campinas, SP: Pontes da Unicamp, 2007.

ORLANDI, Eni Puccinelli. Discurso e leitura. 8. ed. São Paulo: Cortez, 2008.

ORLANDI, Eni Puccinelli. Discurso e Texto: formulação e circulação dos sentidos. 4. ed. Campinas, SP: Pontes Editores, 2012.

ORLANDI, Eni Puccinelli. Análise de Discurso: princípios e procedimentos. 12. ed. Campinas, SP: Pontes Editora, 2015.

PAIXÃO, Thais Helena. Jornalismo e Cultura de Consumo: Uma análise da Revista Rolling Stone Brasil. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação, UNESP, Bauru, SP, 2013.

PÊCHEUX, Michel. Análise automática do Discurso. In: GADET, F.; HAK, T. Por uma análise automática do discurso: uma introdução à obra de Michel Pêcheux. 3. ed. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2010, p. 59-158.

PÊCHEUX, Michel. Semântica e discurso: uma crítica a afirmação do óbvio/ Michel Pêcheux. Trad. de Eni Puccinelli Orlandi et al. 5. ed. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2014.

PÊCHEUX, Michel. Língua, linguagem, discurso [1971]. In: PIOVEZZANI, Carlos; SARGENTINI, Vanice (org.). Legados de Michel Pêcheux inéditos em análise do discurso. São Paulo: Contexto, 2011, p. 64-75.

PIOVEZANI, Carlos. Verbo, Corpo e Voz: dispositivos de fala pública e produção de verdade no discurso político. São Paulo: Editora UNESP, 2009.

PRADO JUNIOR, Bento. A força da voz e a violência das coisas. In: ROUSSEAU, J-J. Ensaio sobre a origem das línguas. Trad. de Fulvia M. L. Moretto. 3. ed. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2008, p. 7-97.

QUINARD, Pascal. La leçon de musique. Saint-Amand, France: Folio, 2011.

ROUSSEAU, Jean-Jacques. Ensaio sobre a origem das línguas. Trad. de Fulvia M. L. Moretto. 3. ed. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2008.

SALAZAR, Philippe-Joseph. Darwin à Padoue: l’anthropologie de la voix au XVIIè et au XIX è siècles. In: CASSIN, B.; LEVINAS, D. (Orgs.) Vocabulaires de la voix. Paris: L’Harmattan, 2008, p. 39-52.

SHEFFIELD, Rob. Quando Michael se tornou Michael. Rolling Stone, [S. l.], 20 jul. 2010. Disponível em: https://rollingstone.uol.com.br/edicao/45/quando-michael-jackson-se-tornou-michael/. Acesso em: 30 jul. 2020.

SOARES, Thiago Barbosa. Discursos do sucesso: a produção de sujeitos e sentidos do sucesso no Brasil contemporâneo. 2015. 177 f. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Centro de Educação e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, SP, 2015.

SOARES, Thiago Barbosa. Discurso do Sucesso: sentidos e sujeitos de sucesso no Brasil Contemporâneo; Universidade Federal de São Carlos UFSCar, Estudos Linguísticos, v. 45, n. 3, p. 1082-1091, São Carlos. São Paulo, 2016.

SOARES, Thiago Barbosa. Discursos do sucesso: a produção de sujeitos e sentidos do sucesso no Brasil contemporâneo. São Carlos, SP: Pedro & João Editores, 2017.

SOARES, Thiago Barbosa. Múltiplas perspectivas em Análise do Discurso: objetos variados. São Carlos, SP: Pedro & João Editores, 2018.

SOUZA, Pedro de. Voz em desatino: dizer a si na palavra cantada. In: BALDINI, L.; ABRAHÃO; SOUZA, L. M. (Orgs.) Discurso e Sujeito: trama de significantes. São Carlos: EdUFSCar, 2014, p. 99-120.

VIEIRA, Fernando; BARROS, Rodrigo. De Repente, Candidata!, [S. l.], 11 mai. 2010. Disponível em: https://rollingstone.uol.com.br/edicao/43/de-repente-candidata-dilma-rousseff/. Acesso em: 30 jul. 2020.

WISNIK, José Miguel. O som e o sentido. 2. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

ZIZEK, Slavoj. Primeiro como tragédia. Depois como farsa. Trad. de Maria Beatriz de Medina. São Paulo: Boitempo, 2011.

ZUMTHOR, Paul. Performance, recepção, leitura. Trad. de Jerusa Pires Ferreira e Suely Fenerich. São Paulo: EDUC, 2000.

Downloads

Publicado

2020-10-06

Como Citar

SOARES, T. B.; BOUCHER, D. F. A estética do sucesso vocal: discursos engendrados na construção de vozes de sucesso midiático. Anuário de Literatura, [S. l.], v. 25, n. 2, p. 101-118, 2020. DOI: 10.5007/2175-7917.2020v25n2p101. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/literatura/article/view/2175-7917.2020v25n2p101. Acesso em: 25 nov. 2020.

Edição

Seção

Dossiê "Poéticas da Voz"