O ethos de Harry Potter a partir da trajetória do herói

Renato de Oliveira Dering

Resumo


Pretende-se com esse artigo perceber como se dá a relação do ethos do herói moderno com sua trajetória, observando as teorias de Maingueneau e Vogler, respectivamente. Para essa análise será visto o percurso do protagonista da série literária e fílmica Harry Potter, em especial, sua primeira obra, denominada Harry Potter e a pedra filosofal. Seguindo essas teorias mencionadas, todo herói, em sua maioria, carrega em sua história aspectos que podem ser facilmente identificados pelo leitor e são esses elementos que fazem com que esse leitor, também sujeito ativo no processo de interação com a obra, aceite a personagem, tal como ela se porta. A imagem que o sujeito passa e sua recepção é que permitirá seu aceite ou recusa. Deste modo, o ethos da personagem Harry Potter é preponderante para que cause a identificação do leitor com a obra, pois aquele já possui uma imagem pré-concebida do arquétipo do herói e torna plausível toda a trajetória que por ele será conquistada.


Palavras-chave


Ethos; Herói; Harry Potter; best-seller; literature de massa

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7917.2012v17n2p168

Direitos autorais 2012 Renato de Oliveira Dering

Rev. Anu. Lit. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis. Santa Catarina. Brasil. ISSNe 2175-7917

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.