Miguel Covarrubias e Andrés Guevara: a influência do cubismo na ilustração editorial do início do século XX

Daniel Bueno

Resumo


Este artigo dedica-se à análise das contribuições do Cubismo para a ilustração editorial do começo do século XX. Para tanto, optou por um momento específico representado pelo começo de carreira do ilustrador e caricaturista mexicano Miguel Covarrubias no mercado editorial americano no início dos anos 1920, e pelo início da obra do ilustrador e caricaturista paraguaio Andrés Guevara no Brasil na mesma época. O texto pretende abordar a questão das influências e conexões entre as vanguardas artísticas modernas do começo do século passado e a arte comercial - feita sob encomenda para veículos do mercado editorial - da caricatura e ilustração: qual a amplitude dessa troca de informações gráficas; quais são as contribuições para o contexto da ilustração; e quais são as diferenças entre a produção das vanguardas e os trabalhos de ilustração influenciados por elas. Busca, também, refletir sobre as peculiaridades do desenho para o mercado editorial, pautado – muitas vezes - pelo caráter híbrido de interesses do artista e do cliente.


Palavras-chave


Desenho; Ilustração; Modernismo; Cubismo

Texto completo:

Doc. Supl. / PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7917.2014v19n1p175

Direitos autorais 2014 Daniel Bueno

Rev. Anu. Lit. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis. Santa Catarina. Brasil. ISSNe 2175-7917

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.