Van Gogh e o campo de trigo com corvos: da tela ao videoclipe

Maria Adélia Menegazzo, Isabella Banducci Amizo

Resumo


Há tempos sendo tema de reflexões e discussões entre pensadores, teóricos e artistas, a relação interartes se mantém e se renova nas manifestações artísticas contemporâneas. Hoje, o elo entre as artes e as discussões sobre o tema se estendem para outros campos, indo além da literatura e da pintura, e incluindo a fotografia, o cinema e, ainda, novas mídias, como a publicidade e o videoclipe. Este artigo apresenta uma reflexão sobre o elo entre diferentes formas de arte, o engendramento de uma obra de arte em outra, demonstrando mecanismos do exercício interartes, a partir da tela de Vincent Van Gogh, Campo de trigo com corvos. Propõe-se, então, uma análise sobre a maneira como o tema da pintura, as cores azul e amarelo, bem como os corvos, aparecem em outras manifestações artísticas, neste caso a poesia (À luz dos vegetais, de Contador Borges), o cinema (Sonhos, de Akira Kurosawa), a música e o videoclipe (Corvos sobre o campo, da banda Tantra). Como aporte teórico, são usados os conceitos de multimídia e mixmídia, de Claus Clüver, e descrição e translação pictural, de Liliane Louvel, assim como as discussões de Thiago Soares no que diz respeito a videoclipes.


Palavras-chave


Estudos Interartes; Pintura; Literatura; Videoclipe; Vincent Van Gogh

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7917.2015v20n2p84

Direitos autorais 2015 Maria Adélia Menegazzo, Isabella Banducci Amizo

Rev. Anu. Lit. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis. Santa Catarina. Brasil. ISSNe 2175-7917

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.