"Ἂρρητος Κόρη". Os limiares indizíveis entre mito e mistério

Valentina Fiume

Resumo


O ensaio "Ἂρρητος Κόρη". Os limiares indizíveis entre mito e mistério tem como objeto a análise conduzida por Giorgio Agamben sobre a figura mítica de Kore, a partir de seu ensaio crítico La ragazza indicibile. Mito e mistero di Kore (Milão, Electa, 2010). Através da comparação entre a dissertação filosófica de Agamben e a investigação pictórica de Monica Ferrando, relembrando as fontes antigas de mitos eleusinos e órficos, o ensaio prossegue no aprofundamento do mito de Kore e Demetra, um dos mais importantes na tradição ocidental. O mito em questão sugere múltiplos caminhos de investigação: a relação entre visível e invisível, entre o ver e a visão, para citar um exemplo. Em Kore e Demetra, os antigos identificaram o limiar entre masculino e feminino que reflete uma outra dualidade ou àquela primordial entre vida e morte, luz e trevas. O mistério de Kore perdura no seu indizível, naquela condição limiar que o pensamento de Agamben e a mão pictórica de Ferrando traçam tão limpidamente.  


Palavras-chave


Kore; Agamben; Ferrando; Mito; Indizível

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7917.2017v22n2p86

Direitos autorais 2017 Valentina Fiume

Rev. Anu. Lit. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis. Santa Catarina. Brasil. ISSNe 2175-7917

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.