Os dilemas entre a memória e a história em Ya Maryam, um romance de Sinan Antoon

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7917.2021.e78019

Palavras-chave:

Literatura iraquiana, Sinan Antoon, Literatura pós-colonial

Resumo

No presente ensaio, analisamos como a obra Ya Maryam ‘Ave Maria’, de Sinan Antoon (2012), por meio da memória de seus personagens se propõe a reconstruir fragmentos da história do Iraque e entender seus desdobramentos, os quais resultaram na desintegração país. Neste romance, o autor iraquiano e cristão tece a realidade de uma típica família bagdali e dá voz à minoria cristã, vítima do sectarismo perpetrado pela intolerância religiosa desde o regime ditatorial que se impôs no país com a ascensão de Saddam Hussein, no ano de 1979. Nesta intervenção artística, que toma forma a partir da memória de dois sujeitos que representam gerações diferentes, Antoon nos coloca no espaço ideal para que versões de uma mesma história sejam confrontadas, pois narrada sob perspectivas diferentes, torna-se um exercício valioso de reflexão sobre a política da memória e seus efeitos vertiginosos na sociedade, já que desestabiliza certezas e imagens estáveis do passado.

Biografia do Autor

Jemima de Souza Alves, Universidade de São Paulo

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação Letra – FFLCH da Universidade de São Paulo, pesquisa tradução de literatura árabe contemporânea, é bolsista do CNPQ. Mestre em Letras pelo Programa de Estudos Judaicos e Árabes, com bolsa de estudos da CAPES, na mesma instituição.

Referências

AL-MUSAWI, Muhsin Jassim. Postcolonial Matters in Arabic Narrative. In: AL-MUSAWI, Muhsin Jassim. The postcolonial Arabic novel: debating ambivalence. Leiden: Brill, 2003, p. 21-61.

ANTOON, Sinan. Ya Maryam. Beirute/Bagdá: Dar al-Jamal, 2012.

BAHOORA, Haytham. Iraq. In: HASSAN, Waïl S. (Ed.). The Oxford Handbook of Arab Novelistic Traditions. New York: Oxford University Press, 2017, p. 247-264. Disponível em: https://www.oxfordhandbooks.com/view/10.1093/oxfordhb/9780199349791.001.0001/oxfordhb-9780199349791-e-16. Acesso em: 16 fev. 2021.

GINZBURG, Jaime. Política da memória no Brasil: raça e história em Oliveira Vianna e Gilberto Freyre. Araucária, v. 8, n. 15, p. 36-45, abr. 2006.

NIETZSCHE, Friedrich. Segunda Consideração Intempestiva. Da utilidade e desvantagem da história para a vida. Trad. de Marco Antônio Casanova. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2003.

Downloads

Publicado

2021-06-25

Como Citar

ALVES, J. de S. Os dilemas entre a memória e a história em Ya Maryam, um romance de Sinan Antoon . Anuário de Literatura, [S. l.], v. 26, p. 01-17, 2021. DOI: 10.5007/2175-7917.2021.e78019. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/literatura/article/view/78019. Acesso em: 17 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos