Análise de estudos recentes sobre a formação de professores alfabetizadores com a leitura e com a contação de histórias

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7917.2022.e86175

Palavras-chave:

Contação de histórias, Letramento, Formação de professores

Resumo

Ler e contar histórias são proposições fundamentais para o processo de alfabetização e configuram-se como premissas iniciais nas formações oferecidas a professores alfabetizadores nos últimos anos. Neste contexto, torna-se relevante a discussão com respeito às divergências em torno das preferências entre as concepções e as metodologias que fundamentam as práticas docentes, em especial nos primeiros anos escolares. Com a finalidade de identificar os estudos recentes acerca desta temática, mais especificamente entre os anos de 2010 a 2020, a presente pesquisa utiliza-se do software Iramuteq para a categorização dos resultados e para a análise do conteúdo dos estudos recentes em torno desse assunto. Os resultados apresentados sinalizam a necessidade de investir na formação leitora oferecida inicialmente aos professores e consequentemente aos educandos, pois muitas vezes o planejamento escolar minimiza os objetivos de leitura em torno de correções ortográficas ou de uma escolarização literária. Embora esses propósitos didáticos tenham sua importância, pensar a alfabetização pela perspectiva do letramento consiste na valorização da função social das práticas de leitura e na sistematização das ações pedagógicas pelos professores alfabetizadores. Portanto, alfabetizar e letrar (COSSON, 2014; SOARES, 2004) incide na compreensão das problemáticas reais pela escola e no diálogo que mobiliza os diferentes textos a distintos propósitos comunicativos.

Biografia do Autor

Iranara Saraiva Alves Feitoza, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Mestra em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Especialista em Psicopedagogia pela Universidade de Guarulhos (2017). Pedagoga formada pelas Faculdades Integradas de Ciências Humanas, Saúde e Educação de Guarulhos (2013). Atualmente exerce a função de Coordenadora de Programas Educacionais na Secretaria Municipal de Educação de Guarulhos e professora substituta no Instituto de Artes – UNESP. 

Angela Maria Baltieri Souza, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Doutora e Mestra em Educação: Psicologia da Educação – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Graduação em Letras (FIG). Especialização em Língua Portuguesa (UNICAMP). Professora da Rede Estadual de Ensino do Estado de São Paulo. Participa do grupo de pesquisa (NEARS).

 

Clarilza Prado de Sousa , Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Doutora em Educação (PUC-SP). Pós-Doutorado na École des Hautes Etudes en Sciences Sociales e Especialização em Avaliação Educacional na Faculty of Education da Havard University. Graduação em Psicologia e Mestrado em Educação (PUC/SP). Professora do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Educação e do Mestrado Profissional. Consultora da Fundação Carlos Chagas. Líder do grupo de pesquisa NEARS PUCSP.

 

Referências

BARBOSA, Eveline T. Os donos da imaginação: a contação e produção de histórias promovendo o interesse e a participação de adolescentes em atividades escolares. 2017. 202 f. Tese (Doutorado em Psicologia como Profissão e Ciência) – Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Mato Grosso, 2017.

BATEMAN, John Arnold. Multimodality and genre: a foundation for the systematic analysis of multimodal documents. Basingstoke, New York: Palgrave Macmillan, 2008.

BATISTA, Antonio Augusto Gomes. Alfabetização, leitura e escrita. In: BATISTA, Antonio Augusto Gomes. Coletânea Salto para o futuro: Práticas de leitura e escrita. Secretaria de Educação Básica. Brasília: Ministério da Educação, 2006. p. 10-11.

BUSATTO, Cléo. A arte de contar histórias no século XXI. Petrópolis: Editora Vozes, 2006.

COSSON, Rildo. Letramento Literário: teoria e prática. São Paulo: Contexto, 2014.

FRANCO, Maria Laura Puglisi Barbosa. Análise de conteúdo. 3. ed. Brasília: Líber Livro, 2008.

KRESS, Gunther. Visual and verbal modes of representation in electronically mediated communication: the potentials of new forms of text. In: SNYDER, Ilana. Taking literacy into the electronic era. Sydney: Allen & Unwin, 1998. p. 53-79.

KLEIMAN, Ângela. Texto e Leitura: Aspectos cognitivos da leitura. 9. ed. São Paulo: Pontes, 2004.

KLEIMAN, Ângela. Preciso “ensinar” o letramento? Não basta ensinar a ler e a escrever?. Campinas: Cefiel – Unicamp; MEC, 2005.

LERNER, Delia. Ler e escrever na escola. O real, o possível e o necessário. Porto Alegre: Artmed, 2002.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Da fala para a escrita: atividades de retextualização. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2003.

NEW LONDON GROUP. A pedagogy of multiliteracies: Designing social futures. In: COPE, Bill; KALANTZIS, Mary. Multiliteracies: Literacy Learning and the Design of Social Futures. New York: Cambridge, 2000. p. 60-91.

RODRIGUES, Edvânia Braz Teixeira. Cultura, arte e contação de histórias. Goiânia: Gwaya, 2005.

ROJO, Roxane H. R. Pedagogia dos multiletramentos: diversidade cultural e de linguagens na escola. In: ROJO, Roxane Helena Rodrigues; MOURA, Eduardo (orgs.). Multiletramentos na escola. São Paulo: Parábola Editorial, 2012. p. 11-31.

SISTO, Celso. Textos e pretextos sobre a arte de contar histórias. 3.ed. ver. ed. ampl. Belo Horizonte: Aletria, 2012.

SOARES, Magda. Letramento e alfabetização: as muitas facetas, 2003. Universidade Federal de Minas Gerais, Centro de Alfabetização, Leitura e Escrita. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu. Acesso em: 20 dez. 2021.

SOARES, Magda. Letramento: um tema em três gêneros. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.

SOARES, Magda. Alfabetização: A questão dos métodos. São Paulo: Contexto, 2018.

SOLE, Isabel. Estratégias de leitura. Porto Alegre: Artes médicas, 1998.

SCHNEUWLY, Bernard; DOLZ, Joaquim. Gêneros e progressão em expressão oral e escrita – elementos para reflexões sobre uma experiência Suíça (Francófona). In: SCHNEUWLY, Bernard; DOLZ, Joaquim. Gêneros orais e escritos na escola. Tradução e organização de Roxane Rojo e Glaís Sales Cordeiro. Campinas: Mercado de Letras, 2011.

ZILBERMAN, Regina. A literatura infantil na escola. 10. ed. São Paulo: Global, 1998.

Downloads

Publicado

2022-11-10

Como Citar

FEITOZA, Iranara Saraiva Alves; SOUZA, Angela Maria Baltieri; SOUSA , Clarilza Prado de. Análise de estudos recentes sobre a formação de professores alfabetizadores com a leitura e com a contação de histórias. Anuário de Literatura, [S. l.], v. 27, p. 01–18, 2022. DOI: 10.5007/2175-7917.2022.e86175. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/literatura/article/view/86175. Acesso em: 16 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos