As imagens nebulosas em Infância de Graciliano Ramos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7917.2022.e90243

Palavras-chave:

Crítica Literária, Graciliano Ramos, Memória

Resumo

Este ensaio aborda algumas das imagens nebulosas da infância presentes no livro autobiográfico Infância de Graciliano Ramos, publicado em 1945. O caráter nebuloso dessas imagens está relacionado à natureza volátil e intermitente da memória, cuja escrita se configura como uma tentativa de recuperar o que está na nuvem das lembranças. Além da análise de trechos de Infância, inserimos na investigação a contribuição de Walter Benjamin sobre o papel do trabalho das semelhanças como uma forma de compreender o mundo. Também serão realizadas algumas aproximações entre o livro de Graciliano e a Infância em Berlim por volta de 1900, de Benjamin. Contamos com o aporte teórico de Paul Ricoeur que em Tempo e Narrativa defende que a função referencial da intriga estaria na capacidade da ficção de refigurar a experiência temporal e também contamos com as leituras das obras de Graciliano Ramos, realizadas por Antonio Cândido, que nos auxiliarão a pensar como se dá a reconfiguração da experiência vivida, na escrita de Graciliano Ramos.

Biografia do Autor

Antonio de Medeiros, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutorando em Estudos Literários Neolatinos / Literaturas Hispânicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Mestre em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-RIO. Além de ser pesquisador, escreve contos, romances e dramaturgias.

Referências

BENJAMIN, Walter. A doutrina das semelhanças. In: BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política. Obras escolhidas vol. I. Trad. de Sérgio Rouanet, prefácio de Jeanne Marie Gagnebin. São Paulo: Brasiliense, 1993. p. 108-114.

BENJAMIN, Walter. A infância em Berlim por volta de 1900. In: BENJAMIN, Walter. Rua de mão única. Obras escolhidas, v. II. São Paulo: Brasiliense, 1994. p. 71-143.

BRAGA, Simone. A vida que se escreve: a representação da infância nas memórias de Graciliano Ramos, Oswald de Andrade, José Lins do Rego e Cyro dos Anjos. 2013. 193 f. Tese (Doutorado) – Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Programa de Pós-Graduação em Letras, 2013. Disponível em: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/6062. Acesso em: 29/08/2022.

CANDIDO, Antonio. Ficção e confissão. São Paulo: Ed. 34, 1992.

RAMOS, Graciliano. Infância. São Paulo: Record, 1978.

RAMOS, Graciliano. Angústia. São Paulo: Martins, 1969.

RICOEUR, Paul. Teoria da Interpretação. Lisboa: Edições 70, 1996.

SCHLESENER, Anita Helena. Mímesis e infância: observações acerca da educação a partir de Walter Benjamin. Filosofia Unisinos, v. 10, n. 2, p. 148-156, mai./ago. 2009. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/237764048_Mimesis_e_infancia_observacoes_acerca_da_educacao_a_partir_de_Walter_Benjamin. Acesso em: 29/08/2022.

SENNA, Homero. A última entrevista de Graciliano Ramos. Site Bula, 25/08/2020 [1948] às 17:43. Disponível em: https://www.revistabula.com/3237-a-ultima-entrevista-de-graciliano-ramos/. Acesso em: 29/08/2022.

Downloads

Publicado

2022-11-01

Como Citar

MEDEIROS, Antonio de. As imagens nebulosas em Infância de Graciliano Ramos. Anuário de Literatura, [S. l.], v. 27, p. 01–09, 2022. DOI: 10.5007/2175-7917.2022.e90243. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/literatura/article/view/90243. Acesso em: 3 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos