Das teorias modernas de Estado à crítica da legitimação político-ideológica na organização social capitalista doi: 10.5007/2178-4582.2010v44n1p69

Gisele Masson

Resumo


O presente artigo analisa as teorias do Estado moderno a partir da contribuição de autores clássicos da filosofia política como Hobbes, Locke, Rousseau, Kant, Hegel, Marx, Gramsci e outros. O objetivo desse estudo é apresentar um panorama das principais referências teóricas que deram sustentação à organização do Estado moderno bem como das discussões que foram empreendidas no sentido de desvelar a legitimação político-ideológica da organização capitalista presente em algumas teorizações.

Palavras-chave


Estado moderno; Clássicos da filosofia política; Sociedade capitalista

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2178-4582.2010v44n1p69

Direitos autorais 2010 Gisele Masson

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

R. Ci. Hum. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe 2178-4582

Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

 

.