Cuidado paterno e desenvolvimento infantil

Autores

  • Carina Nunes Bossardi Universidade Federal de Santa Catarina
  • Mauro Luís Vieira UFSC - Florianópolis - SC

DOI:

https://doi.org/10.5007/2178-4582.2010v44n1p205

Palavras-chave:

Psicologia Evolucionista, Contexto de desenvolvimento, Cuidados parentais, Papel paterno

Resumo

Ao abordar temas referentes ao desenvolvimento humano deve-se considerar os contextos históricos, sociais e culturais que constituem os cenários em que tal desenvolvimento ocorre. Fala-se a respeito da interação biologia e cultura para compreensão dos fenômenos. Este trabalho preocupa-se em investigar questões que envolvem os relacionamentos familiares e os contextos de desenvolvimento. Partindo de uma visão evolucionista discute as diferenças e semelhanças entre os papéis que homens e mulheres assumem frente a parentalidade e a criação dos filhos. As novas configurações familiares, o papel das crenças parentais e a participação paterna são discutidas com relação à influência no desenvolvimento infantil e no comportamento materno e paterno. Todas as reflexões alertam para a importância da compreensão de como está se configurando a paternidade, o papel do pai e a instituição familiar e garantem o caráter interacionista para compreensão do fenômeno, já que envolvem aspectos biológicos, evolucionistas e culturais proporcionados pelo contexto.

Biografia do Autor

Carina Nunes Bossardi, Universidade Federal de Santa Catarina

Graduou-se em Psicologia na UNIVALI (2006). Especialista em Intervenções Psicossociais pela Universidade de Passo Fundo (UPF, 2009). Atualmente é mestranda do Programa de Pós- Graduação em Psicologia da UFSC e bolsista da CAPES.

Mauro Luís Vieira, UFSC - Florianópolis - SC

Faz parte do quadro docente do Departamento de Psicologia na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Obteve o título de Mestre (1991) e Doutor (1995) em Psicologia Experimental pela Universidade de São Paulo. Fez pós-doutorado na Dalhousie University em Halifax (Canadá) em 1999. Desenvolveu duas pesquisas nessa instituição sobre cuidados parentais e desenvolvimento de filhotes em uma espécie de roedor biparental, o Camundongo da Califórnia.

Downloads

Publicado

2010-01-01

Edição

Seção

Artigos